RCB/TuneIn
Terça, 26 Out 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
"MEMÓRIAS DO QUE VIVI E OUVI" NA CASA DOS MAIAS
Rádio Cova da Beira
A história do Fundão, dos últimos 80 anos, vai estar em destaque no próximo sábado, 18 de setembro, com a apresentação do livro “Memórias do que vivi e ouvi”. Maria Emília Maia da Costa vai estar na Casa dos Maias às 18h30 para mostrar recordações da cidade, na primeira pessoa.
Por Paulo Pinheiro em 15 de Sep de 2021

Educadora de infância da Santa Casa da Misericórdia e ligada, desde sempre, à cultura do Fundão, Maria Emília passa para o papel o testemunho de acontecimentos e factos ocorridos ao longo das últimas oito décadas, de uma forma singular e privilegiada, já que a autora é oriunda de uma família de amplas tradições locais. O seu pai foi o primeiro Presidente da Câmara Municipal do Fundão, logo após o 25 de Abril, tendo tomado como primeira medida a alteração do nome da “Avenida Salazar” para “Avenida da Liberdade”.

 

São mais de 200 páginas de relatos fundanenses, desconhecidos da maioria do público, e revelações curiosas relativas a várias personalidades, tal é o caso do poeta Eugénio de Andrade.

 

Assim, Emília Maia da Costa, vai intercalando as memórias pessoais com as coletivas, nacionais e internacionais, “num percurso memorialista que vai desde as raízes quinhentistas do Fundão aos protagonistas recentes da História de Portugal e que de algum modo se relacionaram com esta urbe: de D. Dinis ao Marquês de Pombal, dos antepassados de Fernando Pessoa a Amália; de José Hermano Saraiva a Louzã Henriques”.

 

A obra, que será apresentada no palco onde se desenrolou parte da história do Fundão, foi coordenada por João Mendes Rosa e a apresentação estará a cargo de Maria Antonieta Garcia e António Leal Salvado.

 

 

c/ Lara Cardoso 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados