RCB/TuneIn
Sábado, 16 Out 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
PROTOCOLO VALORIZA UM SETOR QUE VALE MILHÕES
Rádio Cova da Beira
O setor agrícola e agroindustrial vale 100 milhões de euros, por ano, no concelho do Fundão. Mais de metade desse valor diz respeito às fileiras da cereja e do queijo. Os valores avançados por Paulo Fernandes, esta manhã, durante a assinatura do protocolo com o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária que tem como objetivo melhorar a competitividade agrícola do município.
Por Paula Brito em 20 de Aug de 2021

Outras da categoria:

Com a assinatura deste protocolo, os campos experimentais que existem no município, nas fileiras da cereja, do vinho, do olival, do queijo e na fileira animal, passam a fazer parte da rede do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV).

 

“Este protocolo facilita que estes campos passem a ser também monitorizados e acompanhados pelo INIAV e a fazer parte da investigação e monitorização permanente que o INIAV tem de dezenas de outras estruturas experimentais distribuídas pelo país.” Explicou o presidente da câmara do Fundão, Paulo Fernandes.

 

Para o presidente do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, Nuno Canada, este protocolo “estratégico” vai colocar a capacidade do INIAV à disposição do município e dos agentes do território.

 

“Por exemplo, estamos a falar de equipas de investigação aplicada e especializadas ou em vinha e vinho, ou pequenos ruminantes e produção de queijo, em fruticultura, quer na área de produção quer na de transformação, porque todo o nosso staff está especializado em sistemas alimentares, florestas, biodiversidade e por aí fora.”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados