RCB/TuneIn
Domingo, 19 Set 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“HÁ A CEREJA E HÁ A CEREJA DO FUNDÃO”
Rádio Cova da Beira
Diretor comercial da Cerfundão diz que a aposta na cereja do Fundão como marca IGP (Indicação Geográfica Protegida) permitiu valorizar a cereja em cerca de 30%. A estratégia “de não sermos só mais uma cereja e sermos a cereja do Fundão” começou a dar resultados nesta campanha.
Por Paula Brito em 30 de Jul de 2021

A Cerfundão definiu como estratégia não divulgar números em termos de produção, deixando esses dados para os sócios, mas Luís Pinto avalia a campanha da cereja, que acaba de terminar, em palavras.

 

“Ao contrário do ano passado, que foi um ano que em termos de quantidades foi muito, muito mau, muito difícil, este ano tivemos uma quantidade simpática, foi um ano com boas quantidades de fruta. Não foi um ano com escassez, mas também não foi um ano com excesso, permitiu-nos, comercialmente defendermo-nos. Mas, a grande aprendizagem que tiramos desta campanha é que cada vez mais se começa a perceber a importância da marca do IGP (Indicação Geográfica Protegida), nota-se um acréscimo bastante interessante, ou seja, a marca está a permitir ter os resultado que nós pensávamos que ia ter.”

 

Resultados que se têm traduzido em benefícios para o produtor.

 

“Nós estaremos, provavelmente, com 30% acima de uma valorização que seria normal, para o produtor é muito bom, é muito importante.”

 

Esta campanha, segundo Luís Pinto, permitiu comprovar que a estratégia de classificar a cereja do Fundão como IGP estava certa.

 

“Esta estratégia de não sermos só mais uma cereja e sermos a cereja do Fundão, nomeadamente os parceiros que trabalham connosco têm feito uma aposta muito grande na cereja do Fundão, têm-na defendido criando um código específico, até em termos burocráticos ela tem um código diferente. Isso tem-nos permitido valorizar e pagar de forma mais justa aos produtores que é isso que faz sentido.”

 

Luís Pinto, diretor comercial da Cerfundão é um dos convidados do programa “Flagrante Direto” na RCB, amanhã, sábado, entre as 11h e as 13h, com reposição no domingo, entre as 20h e as 22h.  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados