RCB/TuneIn
Quinta, 18 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
TERMINOU O CAMPEONATO DISTRITAL
É provavelmente inédito, não consta que um qualquer campeonato, disputado em Portugal ou em qualquer outra parte do mundo, tivesse três clubes a terminam com o mesmo número de pontos, na frente da tabela classificativa. Atalaia do Campo, Desportiva do Fundão e C. D. Alcains, depois de 26 jornadas disputadas terminaram a competição com 57 pontos.
Por José Joaquim Ribeiro em 21 de Apr de 2008

Poder-se-á dizer que foi um campeonato bem disputado ? Provavelmente não. Porém, todos têm que reconhecer: foi um campeonato de grandes emoções, principalmente nas últimas quatro jornadas.

 

A Atalaia do Campo sagrou-se campeã distrital por ter sido muito mais regular nos jogos que realizou com os adversários directos. Foi vencer a Alcains e depois empatou com a formação do CDA em sua casa, somando quatro pontos, Venceu o Fundão em casa e perdeu fora, em ambos os jogos pelo mesmo resultado, somando mais três pontos, num total de sete. A Desportiva do Fundão termina na segunda posição por ter feito seis pontos nos jogos com Alcains e Atalaia, vitórias nos jogos em casa e derrotas em casa dos adversários e o Alcains quedou-se pela terceira posição por ter vencido a ADF e ter empatado na Atalaia. As contas finais  do campeonato foram feitas deste modo, por ser a forma de desempate no caso de haver mais que duas equipa igualadas na tabela classificativa.  Chamo à atenção para o facto da classificação final que o nosso site apresenta não colocar estes três clubes nas posições correctas, por o software não estar preparado para definir uma classificação intercalar, só de três clubes.

 

Na última jornada do campeonato a única equipa que dependia exclusivamente de si para se sagrar campeã distrital era a Desportiva do Fundão, que partia para esta jornada com mais dois pontos que os seus adversários directos. Havia, por isso, uma grande expectativa em redor do jogo que se realizava em Vila de Rei. Certamente, a grande maioria das pessoas ligadas ao futebol e que acompanham de perto os distrital de Castelo Branco, não vaticinavam outra coisa que não fosse a conquista do campeonato por parte dos fundanenses. No entretanto, nem sempre as previsões saem como alguns as vaticinam. Os fundanenses não tiveram a arte nem o engenho para levar de vencida um clube que já tinha provado que em sua casa não é fácil ultrapassa-la. O jogo terminou como começou, também, por que, a ADF não fez tudo o que seria exigido a um clube que queria ser campeão, ou será que não queria ?

 

Na Atalaia, a equipa da casa só com a vitória podia sonhar com titulo e, com a confiança de quem tem objectivos bem definidos, encarou o jogo de forma a podê-lo vencer e, apesar de ter encontrado um adversário valoroso, lutou o suficiente para merecer o triunfo, por 3-2, sobre o Vitória de Sernache.

 

Na Lardosa o Alcains, que tinha remotas possibilidades de se sagrar campeão, por ter desvantagem, em todas as situações de desempate, com os seus adversários directos, no entanto não deixou os seus créditos por mão alheias e venceu por claros 6-2 a equipa que terminou na última posição da tabela classificativa.

 

Nos restantes jogos, imperou a lógica. O Oleiros venceu o Pedrogão de S. Pedro, por 2-1, O Valverde derrotou o Teixosense, no Municipal do Fundão, por 2-0, o Águias do Moradal foi a Escalos de Cima vencer por 1-0 e a Póvoa de Rio de Moinhos dividiu os pontos com o Proença, no empate a dois golos.

 

A classificação final reflecte de forma perfeita o que se passou ao longo das vinte e seis jornadas, não sendo, de nossa parte, muito difícil encontrar as equipas decepções e os clubes que fizeram mais do que se esperaria. Desde logo, a Atalaia do Campo, que não era considerada uma das favoritas e que, paulatinamente, foi conquistando o seu espaço entre os primeiros, desde o inicio do campeonato, terminando com o ceptro nas mãos no final do mesmo. Esperava-se muito mais de Alcains, um clube que apostou forte na subida e do Águias do Moradal, provavelmente o clube que mais decepcionou os seus adeptos. A Desportiva do Fundão fez uma excelente recuperação desde que João Laia tomou conta da equipa, mas não foi o suficiente, no entanto, considerando as condições que se conhecem, o resultado foi bom e só não foi melhor por se esperar muito mais de quem apenas dependia de si, nesta última jornada.

 

O Vitória de Sernache fez um campeonato equilibrado, se bem que, na nossa opinião, podia ter feito melhor se as gentes de Cernache do Bom Jardim apoiassem mais e melhor o clube da sua terra. Os jogadores e os técnicos mereciam muito mais apoio, inclusivé da própria direcção do clube.

 

O Oleiros e Pedrogão de S. Pedro ficaram aquém das expectativas e o Valverde acabou por fazer um campeonato tranquilo, assim como o Escalos de Cima. Espera-se mais, em termos de futuro, de Proença, Vilarregense e Teixosense. Na Póvoa de Rio de Moinhos e na Lardosa, os clubes destas localidades só podem merecer elogios, por não terem grandes capacidades e por terem dirigentes que continuam a apostar neste fantástico desporto que é o Futebol.

 

Rei morto rei posto... Viva o Rei ... Viva a Atalaia do Campo, campeã distrital da época 2007/2008.

 

 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados