RCB/TuneIn
Domingo, 23 Jan 2022
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
HOMENAGEAR LOPES COURINHA É CONTINUAR A OBRA
Rádio Cova da Beira
O secretário de estado da agricultura, Rui Martinho, disse, esta manhã, na homenagem a José Lopes Courinha, que a melhor forma de honrar a sua memória é dar continuidade à sua obra, numa referência à recente aprovação da primeira fase do regadio a sul da Gardunha.
Por Paula Brito em 31 de May de 2021

O Ministério da Agricultura juntou-se, assim, à homenagem promovida pelo município do Fundão àquele que foi, segundo Paulo Fernandes “um dos grandes impulsionadores” do regadio da Cova da Beira.

 

O presidente da câmara do Fundão falava na abertura da primeira edição do Colóquio dos Regadios José Lopes Courinha.

 

“Um colóquio que perpetua o nome, mas, mais do que o nome e acho que ele iria ficar mais satisfeito com isso, projeta sempre o futuro. Um colóquio que pretende ser, de dois em dois anos, uma reflexão profunda sobre o aproveitamento hidroagrícola em todo o território, os desafios climáticos que temos pela frente e toda a problemática daquilo que é o uso eficiente da água.”

 

Para o secretário de estado da agricultura, Rui Martinho, a melhor homenagem que se pode fazer a José Lopes Courinha é dar continuidade à sua obra.

 

“A melhor homenagem que podemos fazer ao Eng. Courinha é dar continuidade à sua obra, essa é a melhor forma de honrar a sua memória. E eu queria fazer uma referência ao facto de, recentemente, termos aprovado a primeira fase do aproveitamento hidroagrícola da Gardunha Sul, esta é de facto a melhor forma de o homenagear, é dar continuidade à sua obra.”

 

Segundo o governante, já foram aprovadas 59 candidaturas que representam um acréscimo de 67 mil hectares de regadio, no âmbito do Programa Nacional de Regadios. Um trabalho a que o governo pretende dar continuidade com o levantamento das potencialidades que existem nesta área e de que forma podem ser aproveitadas. Trata-se de um estudo base sobre a disponibilidade de água, a aptidão dos solos, a viabilidade económica e técnica e a vontade dos agricultores optarem por este caminho. Um caminho onde todos têm um papel a desempenhar.

 

“José Lopes Courinha assumiu esse papel e também a ele devemos o nosso presente. Por tudo isto, fica aqui o nosso agradecimento e o reconhecimento do Ministério da Agricultura e a certeza que o seu esforço e empenho não foram em vão. Pelo contrário, vão ser motor e inspiração para que todos os dias, respeitando a natureza e ouvindo os territórios, procuremos levar mais longe a água, a agricultura e o país.”

 

Uma homenagem ainda marcada pelo emotivo discurso do sobrinho de José Lopes Courinha, que dedicou parte da sua vida ao regadio da cova da Beira. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2022 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados