RCB/TuneIn
Segunda, 12 Abr 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“ESTE ZÊZERE QUE NOS UNE”
Rádio Cova da Beira
É este o mote de uma candidatura liderada pela câmara da Covilhã e que pretende desenvolver um programa cultural em rede com os municípios de Belmonte, Fundão e Manteigas. O projecto já foi aprovado pela comissão de coordenação da região centro com um apoio de 300 mil euros.
Por Nuno Miguel em 24 de Feb de 2021
Em comunicado a autarquia covilhanense refere que “esta iniciativa tem como objectivos a valorização do Zêzere como património natural e identitário, contribuindo para a sua preservação, promover o trabalho artístico e cultural desenvolvido nos quatro Municípios envolvidos e potenciar o território e os municípios participantes como destinos turísticos sustentáveis”. O programa cultural em rede terá três programas de acção: “As Artes em Diálogo com o Zêzere”, que vai permitir a realização de espetáculos de música, dança, teatro, artes performativas, entre outros, nos Municípios envolvidos; “O Zêzere, os Plásticos e as Artes Plásticas”, que pretende alertar para as questões ambientais e para a poluição, através de uma residência artística de um conceituado artista plástico que vai reutilizar lixo recolhido no Zêzere ou nas zonas envolventes dos quatro Municípios; e “O Zêzere em Fotografia”, que passará pela contratação de fotógrafos de referência, locais e nacionais, para participarem em projetos fotográficos sobre o rio Zêzere, que serão impressos em grandes formatos e colocados ao longo da grande rota do Zêzere. A realização de masterclasses, workshops e passeios abertos à comunidade são outras das actividades previstas.
De acordo com o presidente da câmara da Covilhã a aprovação desta candidatura “vai permitir concretizar um grande projecto regional de promoção e desenvolvimento do património natural e cultural”. Vítor Pereira acrescenta que este projecto permite “criar condições para a recuperação económica e social, permitindo aos agentes culturais retomar a sua atividade; dinamizar o património natural e identitário ligado ao rio Zêzere; potenciar o território como destino turístico sustentável, a nível nacional e internacional; agregar uma estratégia cultural e turística intermunicipal, que garanta o acesso à cultura para todos os cidadãos, a criação de novos públicos e atrair cada vez mais visitantes”.  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados