RCB/TuneIn
Quinta, 25 Fev 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
BATALHA PELA REDUÇÃO DOS PASSES SOCIAIS CONTINUA
Rádio Cova da Beira
A União dos Sindicatos do distrito de Castelo Branco (USCB) diz que estão reunidas as condições para que a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela proceda à redução do valor dos passes socias, depois da resposta que recebeu do governo sobre o assunto que se arrasta há um ano, quando os passes sociais, nos transportes públicos, aumentaram para mais do dobro.
Por Paula Brito em 22 de Feb de 2021

“Uma pessoa que tivesse em março, um passe social de 18 euros, quando houve o aumento, passou para 39 euros. Passou para mais do dobro, o que faz uma grande diferença no final do mês. Toda a gente sabe que no nosso distrito a grande maioria dos trabalhadores ganham o salário mínimo nacional, numa família, 80 euros, no final do mês, fazem muita diferença.”

 

Exemplifica Sérgio Santos, coordenador da União dos Sindicatos do distrito de Castelo Branco que, conjuntamente com a sua congénere da Guarda, chegaram a entregar, em novembro último, um abaixo assinado, com cerca de 1800 assinaturas, na Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, que na altura disse precisar de 600 mil euros para repor o montante dos passes socias.

 

“Não são só 600 mil euros, acho que é um milhão e 600 mil euros, porque eles tinham um milhão e pediram mais 600 mil euros, neste momento têm todos os instrumentos previstos no Orçamento do Estado, mas esta batalha só é ganha quando for reposto o dinheiro que foi retirado, até lá, é uma batalha.”

 

Condições que estarão agora reunidas com os instrumentos previstos na lei do Orçamento do Estado para 2021 que permite financiar os serviços de transportes públicos essências e promover as políticas tarifárias que se considerem mais adequadas para os territórios.


O próximo passo da União dos Sindicatos do distrito de Castelo Branco é pedir uma reunião à Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela.

 

“Neste momento está tudo feito para que a CIM, a partir deste momento, possa garantir às pessoas que os passes sociais sejam reduzidos. Esta nota à comunicação social, que fizemos hoje, é isso mesmo: esclarecer as pessoas, que nós na USCB não estamos parados e que não vamos parar enquanto a redução dos passes sociais não for feita. Vamos pedir uma reunião, com um pedido de esclarecimento, à CIM, que teve acesso ao mesmo email que nós, para sabermos como, e a partir de quando é que vai ser feita a redução dos passes sociais.”

 

A USCB entende que a CIM das Beiras e Serra da Estrela deve aprovar “com urgência e com efeitos retroativos os descontos no preço dos passes socias nos transportes públicos”. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados