RCB/TuneIn
terça, 29 nov 2022
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
FILMES DA UBI DISTINGUIDOS
Rádio Cova da Beira
A Academia Portuguesa de Cinema distinguiu três filmes realizados por alunos de cinema da Universidade da Beira Interior no âmbito dos prémios Sophia Estudante deste ano.
Por Paulo Pinheiro em 20 de Feb de 2021

Três dos quatro filmes realizados por alunos da Universidade da Beira Interior nomeados para os prémios Sophia Estudante foram premiados

 

“Igor”, de Rafael Almeida, Tom Vitor de Freitas e Marcos Kontze, foi considerado o melhor na categoria de Curta-Metragem de Ficção

 

“Camaradas de Armas”, de Catarina Henriques, ficou em segundo lugar na categoria de Melhor Curta-Metragem Documentário;

 

A mesma posição alcançou o “The Namelessness Dance”, de María Angélica Contrera na categoria de “Melhor Curta-Metragem Experimenta

 

A Academia Portuguesa de Cinema anunciou esta sexta-feira, 19 de Fevereiro,  numa sessão online, os vencedores da 7ª edição dos Prémios Sophia Estudante, nas categorias Melhor Curta-metragem de Animação, Melhor Curta-Metragem Documentário, Melhor Curta-Metragem Experimental, Melhor Curta-Metragem de Ficção e Melhor Cartaz.

 

Das 26 curtas-metragens nomeadas foram selecionados os três primeiros classificados de cada categoria para disputarem o grande Prémio Sophia Estudante que será entregue na cerimónia dos Prémios Sophia 2021. O vencedor receberá ainda um prémio monetário de cinco mil euros patrocinado pela NOS, de forma a incentivar a produção do seu projeto seguinte.

 

“Estiveram em concurso 83 curtas-metragens de 20 escolas de todo o país, o que, tendo em conta o contexto adverso que estamos a viver, demonstra de forma inequívoca que os jovens continuam mobilizados para a cultura e particularmente, para o cinema português. Todo o esforço que desenvolvemos este ano para conseguir levar este projeto a bom porto foi compensado pela forte adesão e, principalmente, pelo entusiasmo demonstrado pelos alunos das diferentes escolas.” sublinhou Paulo Trancoso, Presidente da Academia Portuguesa de Cinema, no seu discurso de abertura da cerimónia.

 

Para além do anúncio dos vencedores, a sessão incluiu duas masterclasses subordinadas ao tema a “Direção de Arte”.  A primeira, dedicada ao storyboard, teve como orador o aclamado Temple Clark, responsável pelos storyboards de filmes como “Gravity”, “Cold Mountain” ou “007 Spectre”. A segunda, dedicada à Direção de Arte, foi orientada por Artur Pinheiro, diretor de arte de inúmeros filmes portugueses entre os quais “Alice”, “As Mil e Uma Noites”, “Technoboss” ou a co-produção com o Brasil “O Grande Circo Místico”.

 

 

A 7ª edição dos Sophia Estudante decorreu pela primeira vez em formato virtual e foi acompanhada por alunos e professores das escolas de cinema de todo o país.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2022 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados