RCB/TuneIn
Terça, 23 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
ATALAIA EM GRANDE.
O Escalos de Cima n?o conseguiram argumentos suficientes para complicar as contas ? Atalaia do Campo. A forma??o de Paulo Serra, ?, neste momento, uma equipa galvanizada pelo excelente campeonato que est? a efectuar. Nesta partida realizou uma exibi??o convincente e personalizada. Ganhou por 4 bolas sem resposta, um resultado que n?o deixa margem para qualquer duvida.
Por Rui Fazenda em 06 de Apr de 2008

Os primeiros minutos da partida até foram de algum ascendente da formação dos Escalos de Cima. Paulo Macedo, apresentou-se na Atalaia a jogar com três homens na frente de ataque. Mas, aos dez minutos, Beirão cortou a bola com a mão, no interior da grande área do Escalos de Cima. Bruno Nave que estava perto do lance, não teve dúvidas em assinalar a marca de grande penalidade. Na transformação, Brito fez o tento inaugural da partida. Este golo serviu de tónico para os homens da Atalaia, que viram David Nogueira, aos 14minutos,  atirar à base do poste da baliza de Cristovão. Ainda na primeira parte o irrequieto Ednilson, por duas vezes, esteve perto do golo, em ambas as situações o guarda redes do Escalos esteve em bom plano e conseguiu anular os lances.

Os Escalos ainda tiveram uma boa oportunidade na primeira parte, por intermédio de Nelson, que conseguiu ganhar posição na direita e rematou para uma excelente defesa de Hugo Pereira. O Intervalo chegava com a Atalaia a vencer, justamente, por 1-0.

O segundo tempo não podia ter começado melhor para os comandados de Paulo Serra, pois logo ao 2º minuto e na sequência de um pontapé de canto, Nuno surgiu solto na pequena área e, de cabeça, fez o 2-0. Este golo, empolgou a Atalaia que partiu para um segundo tempo de grande nível.

Aos 48 minutos Ednilson atirou á barra e, passados 3minutos, o mesmo Ednilson fez o 3-0, com um remate à entrada da área. A Atalaia, tinha, nesta altura, um grande caudal ofensivo que a defensiva do Escalos ia resolvendo como podia. O 4-0, acabou por surgir com naturalidade, aos 83 minutos, por intermédio de Filipe Mouro que aproveitou uma confusão na pequena área para bater Tiago que, entretanto, tinha substituido o lesionado Cristóvão. O lance do 4-0, pareceu-me precedido de falta de Flipe Mouro sobre o Guardião do Escalos. Bruno Nave estava perto do lance e, bem colocado, acabou por validar o golo para a Atalaia.

Uma vitória justa por números expressivos, que espelham bem a superioridade desta Atalaia.

Bruno Nave e seus pares estiveram em bom plano.

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados