RCB/TuneIn
Segunda, 08 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÔŅĹTICA
BIOMASSA: PEV QUESTIONA GOVERNO
Rádio Cova da Beira
A deputada Mariana Silva, do grupo parlamentar do partido ecologista ‚ÄúOs Verdes‚ÄĚ questionou o governo, atrav√©s do minist√©rio do ambiente e da ac√ß√£o clim√°tica, sobre a suspens√£o da labora√ß√£o no per√≠odo nocturno da central de biomassa do Fund√£o.
Por Nuno Miguel em 25 de Jan de 2021

Outras da categoria:

A eleita do PEV sublinha que “de um local habitacional calmo e pacato, segundo os residentes, esta zona passou a ser drasticamente turbulenta com ruídos intensos provocados pela laboração da central, pelo funcionamento das trituradoras nos parques adjacentes e pela movimentação de veículos, em particular camiões”.
Mariana Silva recorda que no verão de 2019 a CCDRC realizou “uma acção de fiscalização, numa altura em que a central se encontrava em fase de testes iniciais, tendo confirmado ruído superior ao normal, que derivava dos respetivos de testes para afinar toda a maquinaria afeta a esta unidade”.
Com a entrada em pleno funcionamento da central, em Dezembro de 2019 “os impactos negativos, em particular o ruído, não desapareceram”. Em 2020 foi realizado um novo estudo “que levou a autarquia, durante o mês de Junho a exigir à empresa detentora da central a adopção de medidas de mitigação do ruído na unidade bem como a colocação de caixilharias e vidros duplos em quatro habitações num prazo inicial de 80 dias, que viria a ser alargado até Dezembro do ano passado”.
Mariana Silva acrescenta que “um mês após ter terminado esse prazo ainda não foram concluídas as intervenções tanto na fonte de ruído como nas habitações dos moradores, todavia a unidade termoelétrica continua a laborar ininterruptamente agravando, dia após dia, a qualidade de vida da população”.
Face a esta situação, a eleita do PEV quer saber se o ministério do ambiente tem monitorizado a central de biomassa do Fundão e ainda saber se “tendo em consideração o ruído insuportável e a posição da câmara municipal do Fundão de que esta unidade não deve laborar durante o período nocturno até que sejam implementadas todas as medidas de mitigação do ruído, que medidas irá tomar o governo para efectivar a respetiva suspensão do funcionamento da central”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados