RCB/TuneIn
Sábado, 27 Fev 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
AAUBI EXPRESSA PREOCUPAÇÕES
Rádio Cova da Beira
A associação académica da universidade da Beira Interior vem, em comunicado, manifestar o seu desagrado pelo facto de não ter sido ouvida pela UBI em relação às alterações ao calendário escolar, em virtude do encerramento de todos os estabelecimentos de ensino que foi decretado pelo governo.
Por Nuno Miguel em 22 de Jan de 2021

Outras da categoria:

Recorde-se que a UBI decidiu alterar, para uma data posterior à Páscoa, a realização dos exames do primeiro semestre e antecipar de 22 para 8 de Fevereiro o arranque das actividades do segundo semestre, mantendo a modalidade de ensino à distância para os alunos do primeiro ano até 29 de Janeiro.
A AAUBI diz compreender “a difícil tarefa de gerir a situação actual por parte da reitoria” mas lamenta “não ter sido consultada para o efeito. Neste comunicado a associação académica defende que “sempre que exista a possibilidade de se realizar as avaliações relativas ao primeiro semestre em regime não presencial devem ser reunidos todos os esforços para que isso aconteça. Toda a actividade lectiva deve estar concluída antes do início do segundo semestre para evitar a sobrecarga de todos os envolvidos”.
A associação académica espera que se mantenha “o esforço por parte dos serviços de acção social, para garantir o funcionamento dos espaços de alimentação, tanto em serviço presencial como take-away, e de alojamento necessários a apoiar os membros da comunidade académica” bem como a manutenção dos espaços “destinados ao estudo individual nomeadamente as bibliotecas e salas de estudo, assegurando todas as medidas de protecção sanitária para quem as frequenta”.
Neste comunicado a AAUBI refere que deve ser promovido o “acesso equitativo de todos os estudantes à actividade lectiva não presencial, garantindo, através dos serviços de acção social, o fornecimento de equipamentos tecnológicos a estudantes que não tenham meios de acesso”. Já nos cursos em que existam estágios ou ensaios clínicos “devem manter-se em regime presencial sempre que possível, devendo ser desenvolvidos novos esforços de colaboração com os hospitais universitários e outras entidades envolvidas”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados