RCB/TuneIn
Quarta, 27 Jan 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
“TENTATIVA CINICA DE EMENDAR A MÃO”
Rádio Cova da Beira
É desta forma que a concelhia do PSD do Fundão responde, em comunicado, às afirmações feitas pelo secretariado da comissão política do PS sobre a disponibilização, por parte da câmara do Fundão, de dados actualizados relativos à situação epidemiológica do concelho.
Por Nuno Miguel em 25 de Nov de 2020
Para o PSD do Fundão “o Partido Socialista, visivelmente incomodado por ter sido desmascarado quando exigiu a divulgação científica e inequívoca dos dados sobre a Covid-19 no concelho veio agora, numa tentativa cínica de emendar a mão, felicitar a câmara por estar a partilhar informações fornecidas pela saúde”.
Os social democratas acrescentam que “o município do Fundão tem, desde sempre, partilhado toda a informação que consegue obter junto das autoridades de saúde, não apenas como factor de precaução e esclarecimento público, como tem feito tudo para mitigar os efeitos e consequências desta pandemia que em muitos campos são claramente da responsabilidade do governo e da administração central”.
Neste comunicado o PSD do Fundão recorda que “foi o governo do Partido Socialista e a DGS que quiseram proibir a divulgação de dados pelas autarquias”, acrescentando que o PS “não satisfeito com o triste espetáculo que tinha conseguido ao fazer política de caserna em torno de uma pandemia, veio agora de forma arrogante, amadora e ruidosa, acentuar esse momento, que demonstra bem a necessidade que tem em dar provas de vida da sua existência”.
Uma situação que ainda recentemente “foi visível, com os vereadores eleitos pelo Partido Socialista que, depois de ouvirem numa sessão de câmara que o município do Fundão, substituindo-se ao governo e à direcção geral de saúde, estava a terminar mais uma ronda de cerca de três mil testes a todos os lares do concelho e que já tinha iniciado a testagem de Covid aos centros de dia e profissionais do apoio domiciliário, vieram propor que a câmara fizesse aquilo que já estava a fazer. Se de um assunto sério não se tratasse este seria mais um episódio especial para constar das memórias da política no concelho”, sublinhando que se recusa “a dar mais palco a tentativas estéreis de oportunismo” por “respeito a todos quantos foram e são” afectados pela pandemia.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados