RCB/TuneIn
Quarta, 26 Jun 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
TUDO EST? EM CAUSA
A c?mara municipal do Fund?o est? a reequacionar os diferentes apoios que decidiu conceder aos mun?cipes do concelho. O vice-presidente da autarquia admite cortes em algumas ?reas.
Por Paulo Pinheiro & Paula Brito em 10 de Aug de 2010

Em causa está a redução de cerca mais de um milhão de euros na transferência de verbas do Estado para os municípios, mas também as dificuldades financeiras da actual conjuntura

"Tudo tem que ser reequacionado. Com grande sentido de justiça e equidade procurando que quem pague a factura sejam os que mais podem e ajudar os que mais precisam, mas hoje em dia está tudo em causa", disse à RCB o vice-presidente da câmara municipal do Fundão.

De acordo com Paulo Fernandes, a área social será a última a sofrer cortes, mas todas estão a ser analisadas

"Estamos a encontrar modelos que vão de encontro à realidade actual do país, nas áreas fiscais, como as taxas, sendo certo que o sector social será a última onde iremos intervir", assegura o autarca.

Nenhuma decisão está tomada, mas para breve a autarquia deve anunciar algumas medidas que minimizem os cortes das transferências do Estado para os cofres das câmaras municipais.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados