RCB/TuneIn
Segunda, 17 Jun 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
COVILH?: BE CONTRA A MUDAN?A DO MERCADO
O BE/ Covilh? distribuiu, no passado s?bado, um comunicado ? popula??o onde manifesta a sua oposi??o ? mudan?a do mercado ?por uma solu??o que verdadeiramente favore?a o com?rcio local e em apoio aos comerciantes?.
Por Paulo Pinheiro em 09 de Aug de 2010

Para os dirigentes do BE, o mercado deve permanecer no mesmo edifício “por razões históricas, porque o centro histórico da Covilhã não deve ser abandonado e por ser vontade dos comerciantes”, os investimentos dos comerciantes nas melhorias das condições dos seus espaços não podem ser perdidos

De acordo com o BE da Covilhã, os comerciantes apresentaram uma proposta, que deve ser estudada com seriedade, que contemplava a criação de dezenas de postos de trabalho novos além da salvaguarda dos actuais. A ideia passa pela manutenção do mercado antigo e a criação, na zona nova da cidade, de um novo espaço mais pequeno e adaptado ao funcionamento como mercado e como estabelecimentos individuais.

Acusando a autarquia de ter favorecido a degradação do mercado e do comércio tradicional, o BE entende que um novo espaço no campo das Festas não é solução, e por três razões: acaba com o único parque gratuito daquela zona; a construção de um novo mercado implica a construção de um novo quartel dos bombeiros noutro local “dificilmente a câmara fará todo esse investimento”, e a despesa da construção de um novo espaço vai pesar nas rendas dos comerciantes e apenas “servirá para destruir o comércio tradicional em favor das grandes superfícies”.

O BE afirma que “ a Covilhã quer uma solução justa para o mercado municipal”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados