RCB/TuneIn
Sábado, 24 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CAMPANHA DA AZEITONA MANTÉM VALORES DE 2019
Rádio Cova da Beira
Cooperativa de Olivicultores do Fundão prevê uma campanha semelhante à do ano passado, em que deram entrada na cooperativa duas mil e setenta toneladas de azeitona. Este, era suposto ser um ano de melhor colheita, mas as condições climatéricas alteraram as expetativas.
Por Paula Brito em 27 de Sep de 2020

“Estamos a prever, pelos menos até ao momento, que seja uma campanha muito idêntica ao ano anterior, pelos relatos que estamos a ter dos diferentes pontos geográficos da nossa região. No ano passado passamos ligeiramente as duas mil toneladas”.

 

Segundo o técnico de produção e qualidade na cooperativa de olivicultores do Fundão, Miguel Fiadeiro, há olivais com perdas a 100%, sobretudo nas zonas afetadas pelas intempéries, mas há outras que vão compensar essas perdas.

 

“Há zonas especificas junto do Fundão, Carvalhal, Valverde, mas também na zona de Caria e Soalheira, perdas, às vezes, da totalidade, e há outras zonas que têm um bocadinho mais que colmatam estas perdas. No ano passado foi um ano intermédio, não foi um ano excecional, previa-se que este ano fosse, mas, realmente todas estas condições já se refletiram em perda.”

 

À semelhança do que aconteceu com todas as campanhas de fruta, é provável que também a campanha da azeitona seja antecipada.

 

“Se compararmos com todas as outras áreas de fruticultura, penso que em todas tivemos uma ligeira antecipação da campanha devido à maturação mais rápida das culturas, se assim for podemos andar ali na primeira quinzena de novembro, se essas condições não se verificarem poderemos começar na mesma altura de outras campanhas, a partir do dia do dia 20 de novembro, por essa altura.”

 

Se as condições não se alterarem, a expetativa é que a campanha da azeitona este ano, seja semelhante ao ano passado, na cooperativa de olivicultores do Fundão.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados