RCB/TuneIn
Terça, 27 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
POPULAÇÕES ESTÃO A SER DISCRIMINADAS
Rádio Cova da Beira
A comissão concelhia da Covilhã do PCP acusa a câmara municipal de estar “de forma inaceitável” a população da zona sul do concelho. Em causa está a diferença no valor dos passes que estão a ser pagos pelos cidadãos que utilizam a rede pública de transportes.
Por Nuno Miguel em 20 de Sep de 2020
Em comunicado, a comissão concelhia da Covilhã sustenta que “a câmara municipal da Covilhã está a devolver o dinheiro cobrado aos utentes dos transportes com mais de 65 anos com cartão social municipal, aplicando uma redução de 50% no passe e aumentando o número de viagens que podem ser carregados no cartão social municipal”. Uma decisão tomada “sem qualquer aviso público”. No entanto “esta redução só tem efeitos na transportadora Transdev” que abrange a zona urbana, o eixo Tortosendo/Covilhã/Teixoso, Vila de Carvalho, Boidobra, Orjais e Verdelhos “ficando de fora os utentes da auto transportes do Fundão que continuam a pagar a totalidade do passe e das viagens”.
Para o PCP “é uma situação de claro prejuízo para a população idosa da zona sul do concelho da Covilhã e uma discriminação inaceitável que urge resolver. A indignação e o protesto dos utentes com mais de 65 anos da zona sul do concelho, do Dominguiso ao Barco e de Unhais da Serra a S. Jorge da Beira, é justa face a uma medida de reposição de um direito que, não é aplicável à totalidade dos residentes do concelho, que se encontram nas mesmas condições”.
A concelhia da Covilhã sustenta ainda que “o presidente da câmara municipal afirma que exigiu à comunidade intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela a regularização das carreiras existentes ao tempo anterior à pandemia. Mas se ele faz parte do conselho intermunicipal que gere a CIM, exige a ele próprio ou não tem participado nas reuniões, onde ele também decide?” interroga. “É fácil perceber que o senhor presidente da câmara da Covilhã não quer assumir qualquer responsabilidade e por isso fala numa entidade CIM como se nada fosse com ele e como se não tivesse sido presidente da mesma”.
Em face deste “trapalhada” e com “a discriminação criada na Covilhã pela câmara municipal, gerida pela maioria do PS, com os transportes, mais se justifica a tribuna pública marcada para dia 22 de Setembro, onde devem comparecer todos aqueles que foram penalizados por politicas e decisões injustas que levaram ao aumento do passe”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados