RCB/TuneIn
Quarta, 28 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
QUINTAL S. GONÇALO VAI MUDAR O CORAÇÃO DA ALDEIA
Rádio Cova da Beira
Até final do ano, vai ser lançado o concurso público da primeira fase da requalificação do Quintal de S. Gonçalo, na freguesia de Souto da Casa. Na apresentação do projeto, que decorreu no local, no feriado municipal, o presidente da câmara do Fundão, explicou em que consiste a primeira fase.
Por Paula Brito em 17 de Sep de 2020

Outras da categoria:

“Toda a componente de requalificação dos pisos, dos muros e murais que lhe estão associados, um espelho de água, que é um elemento muito associado ao Souto da Casa, melhoria do espaço verde, uma pequena bolsa de estacionamento, alguns elementos de manutenção e recreio, para os jovens e para os menos jovens, que aqui possam encontrar um espaço de estar, de excelência.”

 

Paulo Fernandes salienta ainda uma intervenção que será feita no quintal, de arte urbana, que vai ficar a cargo do artista Regg.

 

“É um artista nacional já muito consagrado, que vai estar aqui, durante algumas semanas, com a comunidade do Souto da Casa e vai desenvolver aqui vários murais que serão muito enriquecedores do que será a expressão cultural desta comunidade.”

 

Depois da apresentação à comunidade, o projeto vai estar em discussão pública durante 30 dias. A presidente da junta de freguesia do Souto da Casa, Dores Ladeira, deixou um apelo à participação da população, “porque este é um espaço que é de todos, há muito ambicionado por todo o povo, e tal como eu prometi, quando tivéssemos um esboço o iríamos apresentar à população e dar a oportunidade de todos se poderem pronunciar.”

 

A requalificação do Quintal de S. Gonçalo, próximo da capela e do largo com o mesmo nome, foi uma promessa eleitoral da autarca. O espaço já está adquirido pela junta de freguesia, desde 2013.

 

“Este espaço estava arrendado e fazia muita falta, já foi esta junta que o adquiriu, porque é um espaço que está perto, no centro da aldeia, e um benefício para a junta de freguesia e para aldeia.”

 

Depois da discussão pública e eventuais ajustes ao projeto, o concurso público será lançado até final do ano e as obras deverão começar durante o primeiro trimestre de 2021.

 

Paulo Fernandes gostaria de lançar a segunda fase ainda este mandato, que consiste na construção do forno comunitário e na adaptação de um dos três pisos do quintal a um espaço para eventos.

 

A estimativa da autarquia é que a intervenção global, que contempla as duas fases, tenha um custo aproximado de 250 mil euros. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados