RCB/TuneIn
Terça, 22 Set 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
DAÚTO FAQUIRÁ QUER ÉPOCA TRANQUILA
Rádio Cova da Beira
Prestes a iniciar a época desportiva de forma oficial, Daúto Faquirá sublinha a ideia de aliar resultados positivos a boas performances como chave para alcançar uma posição tranquila na tabela classificativa. Quanto à composição do plantel serrano, o técnico diz que podem chegar caras novas para o setor ofensivo.
Por Paulo Pinheiro em 14 de Sep de 2020

Outras da categoria:

Se nenhuma situação anómala suceder, o Sporting da Covilhã dá hoje o pontapé de saída na II Liga quando o relógio apontar para as 19h45. No Estádio 25 de abril, em Penafiel, numa partida arbitrada por Carlos Macedo, da AF Braga, os serranos procuraram entrar com o pé direito numa época que se pretende pouco turbulenta.

"Os objetivos passam por fazer um campeonato tranquilo e na Taça de Portugal ir o mais longe possível. Será uma equipa que procurará atingir rapidamente uma classificação tranquila e tudo aquilo que vier depois será bem-vindo", disse Daúto Faquirá este domingo, em declarações à agência Lusa, citadas pelo Record.

O timoneiro moçambicano assegura ter à disposição “um grupo equilibrado”, sendo que os jogadores em falta vão chegar para aumentar o leque de “opções ofensivas”. Para enfrentar a época, a ideia passa por dominar os jogos “com bola”, de forma a conseguir os melhores resultados.

"Será uma equipa sempre à procura dos três pontos, a praticar um futebol que alie os resultados ao lado estético. Um futebol atrativo, com a participação de todos os jogadores nos vários momentos do jogo, Uma equipa afirmativa, a procurar controlar os jogos, a ter a bola, uma equipa em qualquer reduto a impor as suas ideias, que tenha uma identidade própria e que se adapte às exigências do jogo. Temos de também saber jogar sem bola", afirma Faquirá.

Durante uma pré-época de muita incerteza, em que a pandemia dificultou a data de chegada dos jogadores, o treinador salienta que um dos principais objetivos passou por dar motivação aos seus pupilos para um regresso à competição, que, à data, “era ainda uma incógnita”.

Após o adiamento de dois jogos (Feirense – Chaves na sexta-feira e Académico de Viseu – Académica no sábado) e dos embates entre Vizela – Oliveirense (2-1), Cova da Piedade – Mafra (0-4), Leixões – Casa Pia (2-2), Benfica B – Vilafranquense (3-2), Varzim – Porto B (1-0), o Covilhã procura ser a segunda equipa a vencer fora de casa nesta primeira ronda. 

 

c/ Renato Santarém 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados