RCB/TuneIn
Terça, 20 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
PELA ARGEMELA, CAMINHAR, CAMINHAR
Rádio Cova da Beira
Os Guardiões da Serra da Estrela organizaram, na tarde de sábado, uma ação, na freguesia de Barco, no concelho da Covilhã, para chamar a atenção para a problemática da exploração de lítio na Serra da Argemela, antes que passe da prospeção para a exploração.
Por Paula Brito em 13 de Sep de 2020

“Tem a ver com o desenvolvimento dos pedidos de prospeção e pesquisa e que, aqui na Argemela, em princípio, vai avançar para a exploração.”

 

Segundo Amândio Martins, dos Guardiões da Serra da Estrela, um dos maiores problemas que se coloca é a utilização da água do rio Zêzere.


“Isto vai ser complicado se for avante, devido aos recursos da água, que são poucos, isto é um bocado seco, o caudal não é muito estável, no inverno há muito, mas, no verão, não”.


A Associação recorda os problemas ambientais que encerraram uma exploração mineira na Serra da Argemela, entre 1956 e 1961.

“Na altura, estas minas não foram viáveis por causa da falta de água. Foi essa e outra razão também, é que, junto à lavaria havia uma barragem de lamas, houve um rebentamento da barragem e na altura foi uma tragédia, uma catástrofe ambiental, que nunca mais laborou, só cá esteve cinco anos, e agora, querem vir para cá.”

 

Para além dos impactos paisagísticos e outros incómodos causados pela laboração de uma mina a céu aberto, os Guardiões da Serra da Estrela alertam ainda para a contaminação dos solos na Argemela.

“A serra vai desaparecer, porque o que motiva isto, aparentemente, é o lítio, e o lítio aqui está associado ao granito que vai ser todo desfeito, a parte que não é aproveitada vai ficar na serra, com produtos químicos que vão deslizar e contaminar os solos.”

 

A ação consistiu numa caminhada, entre a sede da junta de freguesia de Barco e a capela de S. Sebastião, e contou com a participação de alguns elementos de vários movimentos do país que realizam atividades no âmbito deste problemática. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados