RCB/TuneIn
Terça, 19 Jan 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
PRESIDENTE DA CMC ELOGIA ERNESTO MELO E CASTRO
Rádio Cova da Beira
O Presidente da C√Ęmara Municipal da Covilh√£, V√≠tor Pereira endere√ßou √† fam√≠lia do poeta covilhanense Ernesto de Melo e Castro as condol√™ncias pela morte do poeta, ensa√≠sta, cr√≠tico e artista pl√°stico e considera que a Covilh√£ ‚Äúperdeu um dos seus mais not√°veis artistas‚ÄĚ.
Por Paulo Pinheiro em 31 de Aug de 2020

Na mensagem de pesar, o edil refere que “a morte de um artista iluminado, questionador e profundo, criativo e transformador como Ernesto Melo e Castro, só pode ser a metáfora de um renascer, livre e pleno, porque da sua vida e obra ficarão sempre indeléveis memórias. Na sua Cidade e nos Covilhanenses, inquestionavelmente.”.

Para Vítor Pereira, “a Covilhã perdeu um dos seus mais notáveis artistas”.


O Presidente da República Portuguesa  afirma que Ernesto Melo e Castro "foi a personalidade mais destacada de um movimento marcante da cultura portuguesa contemporânea e um escritor e artista que muito contribuiu para o diálogo cultural luso-brasileiro".


 

Também a Ministra da Cultura recordou o poeta covilhanense como um exemplo de "inventividade" e talento que "nunca se conformou com limites e dogmas". 

 

 

 

foto: Wool Festival de Arte Urbana da Covilhã. Ernesto de Melo e Castro está pintado na parede da antigo quartel dos Bombeiros Voluntários da Covilhã. 

 

 

c/ Verónica Hilário. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados