RCB/TuneIn
Terça, 20 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
SBCB NÃO VAI BAIXAR OS BRAÇOS
Rádio Cova da Beira
A direcção do Benfica e Castelo Branco admite que pode vir a desenvolver novas acções para contestar a decisão do tribunal arbitral do desporto que veio dar razão a federação portuguesa de futebol na questão da subida administrativa de Arouca e Vizela ao campeonato da segunda liga.
Por Nuno Miguel em 30 de Aug de 2020
Em comunicado publicado na sua página oficial, o clube refere que se constituiu como parte contra interessada neste processo, nomeou advogado e identificou testemunhas” continuando a pensar que se tratou de uma “decisão foi injusta e que não promoveu a igualdade entre os oito clubes que estavam em posição de disputar o play-off de acesso à segunda liga, como foi aliás a posição do juiz presidente que votou vencido na decisão do acórdão e que na declaração que fez no final, considerou que ficou provado que houve violação dos princípios da igualdade, proporcionalidade e confiança”.
O clube manifesta ainda a sua estranheza pelo facto de um juiz árbitro “que votou favoravelmente num primeiro momento pela providência cautelar, tenha agora mudado de opinião sem que tivesse havido alterações nos fundamentos” deixando o Benfica e Castelo Branco a garantia que, apesar desta decisão do TAD, “estão a ser avaliadas outras acções a tomar. Só é derrotado quem desiste de lutar”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados