RCB/TuneIn
Quarta, 28 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
PROBLEMA COM PROPORÇÕES DEVASTADORAS
Rádio Cova da Beira
É desta forma que a deputada do PSD eleita pelo distrito de Castelo Branco na assembleia da república classifica o problema de invasão do rio Ponsul pela planta Azolla.
Por Nuno Miguel em 27 de Aug de 2020

Outras da categoria:

Numa pergunta que deu entrada na Assembleia da República, Cláudia André sublinha que “o crescimento exacerbado” da planta invasora “provoca a morte das espécies que se encontram sob o manto desenvolvido pelo processo de eutrofização das águas, colocando em causa o equilíbrio ecológico do rio bem como o seu aproveitamento económico”. Para a eleita social democrata este problema “tomou proporções devastadoras e está fora de controlo pela falta de acção na fase inicial”.
No conjunto de questões enviadas ao ministério do ambiente, Cláudia André pretende saber quais as medidas que já foram tomadas para eliminar a planta invasora e ainda quais são as intervenções que estão pensadas para restabelecer a qualidade ambiental das margens e do caudal do rio Ponsul.   
A eleita do PSD recorda que em Abril de 2020 a agência portuguesa do ambiente referiu que estava ponderar uma “necessária intervenção para remoção mecânica da planta aquática”. Três meses depois e de acordo com imagens recolhidas durante este mês de Agosto “o Rio Ponsul encontra-se num estado de eutrofização que deveria preocupar as entidades responsáveis”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados