RCB/TuneIn
Domingo, 25 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
MUITO CINEMA EM SEIA
Rádio Cova da Beira
De 10 a 17 de outubro, Seia recebe a 26ª edição do CineEco – Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela, que decorre na Casa Municipal da Cultura desta cidade serrana. Em competição estão 78 filmes e documentários, de mais de 25 países. Para a edição deste ano, o cinema ambiental português está em grande destaque.
Por Paulo Pinheiro em 24 de Aug de 2020

De acordo com a organizalção, a 26ª edição traz um “novo olhar sobre a premente consciencialização e urgência no debate sobre os temas ambientais”. Esta importância ecológica é traduzida nas cerca de 50% de obras em competição, entre longas, médias e curtas-metragens, faladas em português e focadas no cinema ambiental.

A competição Internacional de Curtas-Metragens conta com 34 filmes, destacando-se o aumento do número de obras portuguesas, em relação às edições anteriores.

Na competição de Longas-Metragens em Língua Portuguesa destacam-se três documentários portugueses: Silêncio - Vozes de Lisboa de Judit Kalmár e Céline Coste Carlisle; Cerro dos Pios de Miguel de Jesus e A Alma de Um Ciclista de Nuno Tavares. O Índio Cor de Rosa Contra a Fera Invisível, do brasileiro Tiago Carvalho, fecha o quadro desta competição.

Por seu lado, na competição de Curtas-Metragens em Língua Portuguesa concorrem 12 obras e na competição de Séries e Reportagens televisivas, sete dos nove trabalhos apresentados têm assinatura portuguesa. O CineEco conta, ainda, com oito curtas na competição Panorama Regional, de realizadores locais e/ou de temáticas ligadas à região.

A equipa de programação é constituída por três convidados da direção do Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela. Bruno Manique, Presidente do Centro Portugal Film Commission; Rúben Sevivas, realizador, produtor, formador, ator e programador cultural, e Tiago Alves, jornalista, realizador e locutor de rádio e programador de cinema, apresentador do programa Cinemax na Antena 1 e RTP2.

Devido à situação pandémica, o certame vai ter uma diminuição da lotação das salas para metade da sua capacidade total. Assim, o Cineteatro poderá acolher até 170 pessoas e o Auditório até 70. Dadas as circunstâncias, não está prevista a presença de alunos do 1º ciclo e jardim-de-infância, que habitualmente se deslocavam ao CineEco. Haverá, também, uma diminuição do número de convidados, como realizadores, elementos do júri da juventude, padrinhos, entre outros. Todas as sessões e atividades paralelas irão decorrer em sala e estão sujeitas a marcação prévia, não estando previstas sessões online. Para abranger um número mais vasto de pessoas, a Organização do CineEco pretende reforçar o conjunto de extensões ao longo do ano.

Também as Ecotalks serão adaptadas à situação atual. De forma a diminuir o número de pessoas no auditório, vão ser transmitidas através de plataforma digital a anunciar, permitindo o acesso a todos os interessados em participar. As Ecotalks são conversas de 50 minutos sobre questões relacionadas com o cinema e o ambiente, com a presença de especialistas nos temas a abordar.

O programa das atividades paralelas contempla, ainda, um concerto na abertura do festival, duas exposições de fotografia e cinema, entre outras.

O CineEco é membro fundador e faz parte da direção da Green Film Network, uma plataforma de 40 festivais de cinema ambiental.

O CineEco 2020 é organizado pelo Município de Seia e conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República e do Departamento de Ambiente das Nações Unidas. Conta ainda como patrocinador principal a Lipor e com o patrocínio das Águas do Vale do Tejo.

 

c/ Renato Santarém 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados