RCB/TuneIn
Segunda, 01 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
PORTAGENS AQUECEM DEBATE
Assembleia Municipal da Covilh? vai exigir ao governo medidas de discrimina??o positiva para as empresas sediadas naquele concelho, caso avance a inten??o de coloca??o de portagens na A 23.
Por Nuno Miguel em 20 de Jul de 2010

O tema aqueceu os ânimos na última reunião do órgão. Francisco Moreira, da bancada do PSD, foi o primeiro a apresentar uma moção onde essa exigência é apresentada "pretendemos que as empresas que estão sediadas no nosso concelho fiquem isentas do pagamento de qualquer portagem; essa será uma medida de discriminação positiva pois os nossos indices de desenvolvimento económico ainda estão abaixo das médias nacionais".

CDU e Bloco de Esquerda também apresentaram propostas nesse sentido e acabaram por fundir os 2 documentos numa só moção. Mónica Râmoa, da Coligação Democrática Unitária, defende que "a introdução de portagens é uma medida fortemente penalizadora para a nossa região e por isso nós defendemos a manutenção do actual modelo sem custos para o utilizador".

A moção apresentada pelo PSD foi aprovada por maioria enquanto que o documento conjunto de CDU e Bloco de Esquerda apenas teve 5 votos a favor.A bancada do PS assim como a eleita do CDS/PP abstiveram-se na votação aos documentos.Facto que mereceu criticas de João Pinto, da bancada social democrata, à postura do Partido Socialista "este foi um problema criado pelo PS que agora segue aqui este tipo de comportamentos; é por esta forma de fazer política que chegámos ao estado lastimoso em que o país se encontra".

Críticas rejeitadas pela bancada socialista. Carlos Casteleiro considera que "essa questão nunca foi colocada pelo governo que apenas pretendia colocar portagens em 3 scut´s; foi o PSD que exigiu a colocação de portagens em todas".

Também o presidente da câmara da Covilhã se pronunciou sobre o tema. Carlos Pinto espera que "o primeiro-ministro honre o compromisso que assumiu para com as populações da região e que as portagens não sejam introduzidas".

Já quanto à posição defendida pelo PSD nacional; de introdução de portagens em todas as SCUT, Carlos Pinto é peremptório "tem de lhes perguntar a eles se concordam com a minha posição uma vez que eu é que sou eleito pelas populações"


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados