RCB/TuneIn
Quarta, 05 Ago 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
FALECEU JOS? REIS BARATA
Pol?tico, professor, escritor e jornalista, Jos? Reis Barata, natural de Casegas, foi v?tima mortal de um acidente de via??o que ocorreu na tarde de ter?a-feira na A23. O despiste entre Castelo Branco e Alcains provocou a morte imediata a Reis Barata. As bandeiras do munic?pio e do PSD da Covilh?, partido de que era militante, est?o a meia haste.
Por Paulo Pinheiro & Paula Charro em 20 de Mar de 2008

Foi esta tarde a enterrar José Reis Barata. Nasceu na Panasqueira a 6 de Junho de 1931 mas foi registado a 12 desse mês como sendo natural de Casegas (concelho da Covilhã). Viveu em Guimarães, esteve na Índia e regressou à região onde passou os seus últimos anos. Dizia-se um homem do mundo, considerava-se rebelde, determinado e impulsivo. Fugiu ao destino quando deu à mãe o desgosto de não ser padre como toda a família desejava. Mantinha a esperança secreta de um dia ser investigador. Fundou o PSD da Covilhã mas nunca quis fazer carreira política. Formado em filosofia, foi professor de português e história e durante duas décadas foi jornalista no “Noticiais da Covilhã” e antes no “Jornal do Fundão”. Publicou dois livros o último lançado a 23 de Abril de 2007 e tinha na gaveta “outras coisas” para publicar. Lutava desde o Verão de 2007 contra um cancro no pulmão. Gostava muito de viver mas aceitava a morte como “uma continuidade”. A morte chegou aos 76 anos e calou uma das figuras conhecidas da Covilhã e da região. 

Reacções: 

Carlos Pinto, presidente da CMC: “ Foi um homem que antes do 25 de Abril de 1974 animou todos os movimentos contra o regime, culto e editou vários livros sobre a Covilhã. Tinha uma elegância e maneira de estar diferente. Foi um grande professor, um homem de opinião, frontal e deixa grande saudade”. 

Vítor Pereira, vereador do PS na CMC “ A cultura da Covilhã ficou mais pobre. Uma importante figura da cidade, da vida política e cívica. Lamentamos profundamente a sua morte”. 

PSD da Covilhã: “ O PSD, perdeu um amigo e um companheiro. A cidade ficou mais pobre”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados