RCB/TuneIn
Terça, 22 Set 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ESTUDANTES EXIGEM REFORÇO DE VERBAS
Rádio Cova da Beira
A federação nacional de associações de estudantes do ensino superior politécnico denuncia a existência de lacunas no regulamento de atribuição de bolsas a estudantes do ensino superior e falta de estratégia para a acção social indirecta.
Por Nuno Miguel em 07 de Aug de 2020
Em comunicado, o presidente da federação apela à revisão urgente do documento “de forma a garantir que mais estudantes com carências económicas estão ao abrigo do regulamento". Ainda no âmbito da acção social directa, Tiago Diniz acrescenta que “os rendimentos considerados para o processo de atribuição de bolsa de estudos são referentes ao ano anterior, não contabilizando o primeiro semestre de 2020, período em que muitas famílias foram confrontadas com a crise provocada pela Covid-19”.
Já ao nível da acção social indirecta, a federação entende que é de extrema importância reforçar o número de camas disponíveis nas residências académicas. De acordo com as indicações do ministério da ciência e ensino superior, as residências estudantis devem obedecer aos critérios sanitários definidos pela direcção geral de saúde, sendo que o distanciamento social será obrigatoriamente um deles. “Desta forma a oferta de camas disponíveis nas residências estudantis irá diminuir drasticamente” afirma Tiago Diniz.
Os estudantes classificam a revisão do regulamento e a definição de estratégias para a acção social indirecta como “medidas urgentes de forma a salvaguardar o acesso e a frequência no ensino superior, minimizando os constrangimentos provocados pela pandemia da Covid-19”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados