RCB/TuneIn
Sexta, 14 Ago 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
TRÊS OBRAS PARA OS TRÊS POVOS
Rádio Cova da Beira
Presidente da junta de Três Povos espera que agora seja de vez, e arranquem, em breve, as obras de recuperação do solar de Quintãs. Luís Cerdeira espera ainda ver concluídas, este mandado, as obras de requalificação da casa do pastor, no Salgueiro. Mais adiantado está o mercado de produtos locais, um espaço que vai centralizar várias atividades em Quintãs.
Por Paula Brito em 02 de Aug de 2020

Outras da categoria:

São as três obras que o presidente da junta de Três Povos quer ver concluídas antes de terminar o mandato.


Segundo o autarca, o concurso para a reparação interior do solar já foi cancelado várias vezes devido a erros técnicos.

“As firmas, quando visitavam e analisavam o projeto viam que não estava tudo contemplado no projeto. Penso que dentro de 15 dias o projeto estará a sair novamente em diário da república, e a ver se é desta.”

 

A requalificação é uma obra superior a 240 mil euros, que conta com o apoio da RUDE, e que que tem como objetivo, terminar as obras de recuperação do antigo solar de Quintãs. “Um imóvel de 1914 que vamos recuperar agora por dentro e que onde, no futuro, queremos centralizar todos os serviços da junta de freguesia e criar ali um espaço de apoio aos empresários agrícolas que temos na freguesia.”

 

Mais avançado está o mercado de produtos locais que a junta já instalou em Quintãs e que pretende, no futuro centralizar ali diversas atividades.

“Foi feita uma candidatura à Rude, foram aprovados 50 mil euros, a junta tinha adquirido o olival e decidiu fazer aquelas obras. A ideia é ser um espaço multifunções, concentrar ali o mercado e várias festas e atividades”.

 

Quanto à Casa do Pastor, no Salgueiro, a obra,, no valor de 25 mil euros, é da responsabilidade da câmara do Fundão e, segundo Luís Cerdeira, prevê a reabilitação do telhado aos conteúdos.

 

“É endireitar o telhado, substituir madeiras e portas, os conteúdos estão guardados, e no material informático já houve investimento e está com a câmara que é a responsável pela obra”. Para avançar, falta apenas o aval do presidente da câmara do Fundão “a câmara disponibilizou-se para fazer a obra, já temos o empreiteiro, falta o senhor presidente dar o aval para que a casa do pastor começar.”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados