RCB/TuneIn
Sexta, 04 Dez 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
COVILHÃ: AD ESTAÇÃO QUER LEGALIZAR SEDE E COMPLEXO
Rádio Cova da Beira
Quando faltam apenas 30 dias para começar a nova temporada futebolística, e com um orçamento a rondar os 30 mil euros, a direcção da Associação Desportiva da Estação, tem como prioridade iniciar e concluir em agosto obras de requalificação no complexo desportivo, tendo em vista a aprovação do projecto de legalização da sede, pelo Instituto Português do Desporto e Juventude em Setembro.
Por Miguel Malaca em 31 de Jul de 2020

Paulo Ramos refere que "as obras têm de ser feitas com urgência e são obrigatórias. Têm de estar concluídas até ao início da nova temporada, pois são obras prioritárias, com requalificar os balneários, até porque, existe a questão da pandemia, e da entrada e saída de jogadores. Vamos também finalmente construir o posto médico, vedar o campo de futebol na zona onde desaparecem as bolas(zona da superior), aliás, até já cá temos a rede. E vamos ainda tratar das infiltrações de água da sede, bancada e telhado, para além de prepararmos toda a área exterior ao complexo, para além de disponibilizarmos todos os equipamentos relacionados com as normas de segurança e higiene, no edifício e complexo desportivo. Tudo isto irá custar entre 20 a 30 mil euros, verba que já faz parte do orçamento de €150 mil que foi agora aprovado pelos sócios". Disse à RCB.

Declarações proferidas pelo presidente do clube, no final da assembleia geral realizada ontem na Covilhã, onde 16 sócios aprovaram por unanimidade as contas de 2019 com um saldo positivo em 17 mil euros, e o orçamento para este ano no valor de €150 mil.

O passivo do clube ronda actualmente os 800 mil euros.

O Município da Covilhã apoiou o clube nos anos de 2018(€48 mil) e 2019(€12 mil), num total de 60 mil euros (subsídio época).

No que diz respeito à época desportiva 2020-21, o clube vai participar em todos os escalões de formação da AF Castelo Branco, e no campeonato nacional da 3ª divisão de seniores femininos. Paulo Ramos não promete títulos.

"É verdade que todos nós queremos voltar aos tempos antigos e ganhar títulos, mas não é fácil. Os adversários também têm qualidade e lutam pelo mesmo objectivo. No entanto temos tudo preparado para que a nova época seja muito positiva, melhor coordenada, melhor pensada e executada por todos nós, direcção, treinadores, seccionistas e jogadores, e com o apoio dos pais, adeptos e sócios. Ganhar títulos em 2020-21, não prometo nada, mas nos escalões mais baixos, Traquinas, Benjamins e Infantis, temos muita qualidade, temos boas equipas, e podemos aqui, conquistar algo. Vamos ver, como vai ser esta época, que até poderá ser atípica devido à crise pandémica. Queremos é começar, pois desde março que não temos tido actividade, inclusivamente não podemos realizar iniciativas relacionadas com o nosso aniversário, nem organizamos os nossos dois torneios de junho ("Humberto Pinto" e "Diamantino Costa"), algo que vai acontecer no entanto em 2021". Acrescenta o presidente da ADE.

Pós-Covid-19, e com o início da nova época marcada para dia 1 de setembro, o líder da AD Estação, refere ainda que "já temos definidos todos os técnicos para a nova temporada, mas ainda há algumas arestas a limar, mas a maioria dos treinadores vão manter-se, e teremos algumas novidades, até a começar pela equipa sénior feminina, que terá também alguns reforços, 4/5 jogadoras com  mais experiência. Para já, não divulgo os nomes, não sei de cor, nesta altura. Mas está tudo definido, e preparado para começarmos dia 1 de setembro, e já com treinos individuais e colectivos no nosso campo. Deixo também uma mensagem, e faço um apelo a todos os atletas, pais e adeptos, para continuarem a serem responsáveis e cumpridores das normas de segurança impostas pela DGS, e desejo a todos muita saúde e felicidades para a nova época". Conclui Paulo Ramos.

A reunião magna da AD Estação aprovou ainda por unanimidade e aclamação um voto de louvor a Carlos Xistra (sócio e ex-atleta do clube), apresentado pelo presidente da mesa da assembleia geral Luís Fiadeiro, pelos 28 anos de carreira ligados à arbitragem.  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados