RCB/TuneIn
Sábado, 08 Ago 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
PORTAGENS: PLATAFORMA ADMITE CORTAR A23
Rádio Cova da Beira
A plataforma pela reposição da SCUTS na A23 e A25, promoveu esta manhã, junto ao cruzamento do Tortosendo, uma tribuna pública exigindo a suspensão imediata do pagamento de portagens, para todos, nas Autoestradas da Beira Interior.
Por Paula Brito em 03 de Jul de 2020

A medida já tinha sido pedida ao governo, no passado mês de maio, mas a ausência de resposta e o inconformismo com as medidas anunciadas, levou a plataforma à rua esta manhã.

 

“A resposta foi que, no terceiro trimestre, iriam entrar medidas excecionais para esta matéria. Nos acreditámos que seria no dia 1 de julho que essas medidas entrariam em vigor, mas sendo assim nós tivemos que vir à rua, portanto, esta é uma iniciativa de rua e poderão seguir-se outras”.

 

José Gameiro, presidente da direção da Associação Empresarial da Beira Baixa, admite assim o corte da A23 “temos que trazer este assunto a público outra vez, trazer pessoas, massa humana e gritar mais alto. Se tivermos que cortar a A23, porque não fazê-lo.”

 

Luís Garra, coordenador da União dos Sindicatos do distrito de Castelo Branco, lamentou que o governo olhe para o interior como “um amor de verão, que acaba depressa”, porque não se trata de uma questão financeira, deixando como exemplo casos como o Novo Banco, ou o mais recente, da injeção de dinheiro na TAP.

 

“Não contestamos a injeção de capital na TAP, se é efetivamente para salvar a TAP e a por como uma empresa rentável, mas há momentos em que o dinheiro aparece, e para o interior nunca há dinheiro, estamos a falar de migalhas, não estamos a falar de milhares de milhões.”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados