RCB/TuneIn
Quarta, 19 Jan 2022
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
FUNDÃO: GD VALVERDE FAZ 74 ANOS E APROVA CONTAS
Rádio Cova da Beira
À margem da assembleia geral realizada esta sexta-feira, onde cerca de quinze sócios aprovaram por unanimidade as contas de 2019 (saldo positivo em €9.701 mil), e plano de actividades 2020, o Grupo Desportivo de Valverde (Fundão) comemora este sábado 74 anos. Catarina Rondão deixa mensagem aos sócios através da RCB.
Por Miguel Malaca em 27 de Jun de 2020

“Hoje o nosso GD Valverde faz 74 anos de vida. Parabéns a todos aqueles que têm feito parte da bonita história deste clube. Que contemos muitos anos com saúde e com espírito e a missão que este clube tem tido para com toda a comunidade. Trabalho – Competência – União. Somos GDV!”. Disse.

No que diz respeito à reunião magna, a presidente da direcção do clube do concelho do Fundão, começa por referir que em termos desportivos “está tudo em stand-bye, devido à pandemia da Covid-19, e não sabemos quando é que vamos iniciar a nova temporada no futsal, em todos os escalões, e principalmente, depois de termos estado na linha da frente, para que a FPF pudesse organizar em 2020-21, o 1º campeonato nacional da 2ª divisão feminina em futsal, não seria, de facto, muito bom, não estarmos a disputar essa competição. No entanto, falta ainda, a realização da fase de apuramento, que deverá começar, espero que sim, em setembro próximo. Mas, nesta altura, é tudo uma grande incógnita, a FPF ainda nada nos disse, e até porque ainda não podemos treinar no nosso pavilhão, está fechado, não sabemos que escalões vamos ter, apesar da equipa sénior estar a treinar fora das instalações".

A líder do clube, acrescentou também que "em termos de infraestruturas, também, necessitamos urgentemente de obras nesta estrutura, uma vez que, no último fim-de-semana de maio, aquando da forte trovoada que se abateu na cidade e concelho, estragou o telhado do bar do clube (chove como na rua), e no hall de entrada, também precisamos de um arranjo no tecto falso. O Município do Fundão já se comprometeu em fazer as obras a curto prazo, uma vez que, o nosso pavilhão, é também de cariz municipal (recorde-se que o pavilhão/sede, foi inaugurado a 4 de junho de 2006)", afirmou Catarina Rondão à RCB.

Entretanto, ficou também a saber-se (a RCB já tinha inclusive anunciado na passada semana), que o GD Valverde assinou (foi também aprovado por unanimidade na AG), um protocolo de intercâmbio de jogadoras de futsal com a ADR Retaxo, com duração de duas temporadas, renováveis, e ainda que o clube do concelho do Fundão, candidatou-se também a verbas do IPDJ, para poder construir um auditório e uma sala de fisioterapia, para apoio ao estudo e ao tratamento de lesões dos atletas do GDV.

“Depois da candidatura ganha, relativa à construção do ginásio exterior junto ao pavilhão, e agora, até porque estamos a viver esta crise pandémica, que falta faz um ringue descoberto, para que os jovens possam praticar desporto ao ar livre, vamos ver, se conseguimos vencer esta candidatura, no sentido de podermos construir um auditório, para prestar algum auxílio às nossas atletas e aos atletas que são também estudantes, para podermos ajudá-los nesse sentido, dando-lhes melhores condições, até mesmo para realizar em casa, acções de formação. Quanto à sala de fisioterapia e reabilitação, também é urgente a sua criação. O orçamento será de 70 mil euros, e o IPDJ, caso aprove a nossa candidatura, poderá apoiar a obra em cerca de 70%”, assumiu a presidente do clube.

Voltando ao plano de actividades de 2020, “ infelizmente aquilo que está planeado, a maior parte das coisas, não vai ser possível realizar, penso que é compreensível de ambas as partes, nós direcção e também dos sócios, e por uma situação de prevenção, faz todo o sentido, muitas delas, não vão ser realizadas, tal como já não foram realizados, o festival do espargo, noite de fados, encerramento da época desportiva, aniversário do clube (fazemos este sábado, 74 anos de vida), o Fundão colorido, marcha nocturna em setembro, também não, e o início da época desportiva 2020-21, está prevista para setembro, mas muitos pontos de interrogação, não sabemos muito bem o que vai acontecer (estamos com fome de bola), uma vez que os pavilhões estão fechados ainda devido à pandemia, depois o magusto, está em dúvida, tal como o jantar de Natal, que, no entanto, esperamos realizar. Queremos iniciar treinos presenciais, mas como a situação no Fundão tem vindo a agravar-se, já vamos ponderar novamente essa questão, e portanto, penso que não podemos fazer, para já, grandes planos, para o futuro próximo, em todos os escalões. Está tudo muito incerto, mas por exemplo, com a equipa sénior, queremos estar na 2ª divisão feminina, isso é certo”. Conclui Catarina Rondão à RCB.

Finalizamos dando conta que o Grupo Desportivo de Valverde adquiriu à pouco tempo uma carrinha nova de 9 lugares, no valor de 12 mil euros (já paga), e vai a votos em junho de 2021 (ano das bodas de diamante).


  Redes Sociais   Facebook

2007—2022 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados