RCB/TuneIn
Quinta, 04 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
IDANHA APROVA ESTRATÉGIA LOCAL DE HABITAÇÃO
Rádio Cova da Beira
A câmara municipal de Idanha-a-Nova acaba de aprovar a estratégia local de habitação, com uma estimativa de investimento de cerca 12 milhões e 600 mil euros. A iniciativa pretende apoiar o acesso à habitação em todo o concelho, assim como incentivar à reabilitação e à construção acessível e sustentável.
Por Nuno Miguel em 25 de Jun de 2020
De acordo com o presidente da câmara de Idanha-a-Nova esta aposta pretende "tornar Idanha-a-Nova num concelho com oferta habitacional de qualidade, adaptada às necessidades da população, para reforçar a coesão social e atrair novos residentes".
Armindo Jacinto acrescenta que "é uma estratégia a seis anos que inclui cinco programas específicos para grupos sociais distintos, nomeadamente estudantes do ensino superior deslocados, população idosa ou com necessidades especiais, população em situação de risco e de exclusão social, população em carência financeira e a população em geral".
O autarca salienta que esta estratégia local de habitação vai abranger todas as freguesias do concelho enquadrada com outras políticas territoriais em curso, designadamente a criação de áreas de reabilitação urbana e de programas especiais de reabilitação urbana "queremos que as pessoas encontrem nos incentivos à reabilitação mais um estímulo para requalificar o património e passar a residir no nosso concelho, usufruindo das oportunidades da estratégia Recomeçar em Idanha".
O documento que serviu de base à elaboração desta estratégia permitiu identificar 32 agregados familiares identificados a viver em situação de carência habitacional, para os quais está previsto um investimento de dois milhões e 800 mil euros. É também apontada a necessidade de reforçar a capacidade de alojamento para mais de 300 estudantes deslocados por ano, que frequentam a escola superior de gestão e a escola profissional da raia, num investimento de dois milhões e meio de euros. Existem também uma centena de idosos com necessidades especiais a precisar de obras de adaptação funcional das suas habitações, num investimento de um milhão e 300 mil euros. Foram ainda identificados dez agregados familiares carenciados a precisar de apoio financeiro para obras de conservação das suas residências no montante de 300 mil euros. Para a população em geral a estratégia pretende apoiar a construção e reabilitação de 200 habitações, no montante de cinco milhões e 700 mil euros.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados