RCB/TuneIn
Domingo, 12 Jul 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
DISPOSITIVO AUMENTOU 3,3%
Rádio Cova da Beira
O distrito de Castelo Branco conta este ano com um aumento de 3,3% no dispositivo de combate a incêndios. Segundo o comandante operacional distrital, Francisco Peraboa, são 809 os operacionais a postos.
Por Paula Brito em 26 de May de 2020

Outras da categoria:

“Não é o número que significa, mas a especificidade e variedade de instituições envolvidas, desde GNR, Bombeiros, sapadores florestais, equipas do ICN-F, equipas das câmaras municipais. Há todo um conjunto de entidades que concorrem para a defesa da floresta contra incêndios”.

 

Os meios aéreos mantém-se como em anos anteriores, com três helicópteros (em Castelo Branco, Covilhã e Proença a Nova) e quatro aviões, (dois Canadair em Castelo Branco e dois aviões médios em Proença a Nova).

 

Francisco Peraboa destaca o aumento, este ano, no número de sapadores florestais.

 

“Enquanto que, nos últimos anos, chegámos a ter 18 equipas, nesta fase estamos com 34 equipas, que é um reforço significativo, com 165 operacionais disponíveis que são os nossos olhos e braços no território.”

 

Desde o início do mês que a rede primária de postos de vigia está a funcionar com nove postos de vigia que irão também ser reforçados em mais do dobro.

 

“Este ano temos mais um posto de vigia, temos 11, a partir de junho passam a funcionar os outros nove, a partir dessa data teremos 20 postos de vigia a funcionar, 24/24 horas, uma mais valia para a resposta.”


Este ano, segundo o comandante operacional distrital, tudo vai funcionar com a mesma organização de anos anteriores e não a partir da organização territorial das comunidades intermunicipais, como estava previsto, inicialmente, na reestruturação da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil. 

 

Foto: Diário Digital Castelo Branco 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados