RCB/TuneIn
Sábado, 28 Nov 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
PEV ACUSA GOVERNO DE QUERER ATRIBUIR CONCESSÃO ABUSIVA
Rádio Cova da Beira
O partido ecologista “Os Verdes” acusa o governo de celebrar o contrato de conceção de exploração de depósitos de minerais antes da realização do estudo de impacto ambiental na serra da Argemela. Em comunicado o PEV considera “abusiva a atribuição de qualquer nova concessão, seja de prospecção, pesquisa ou exploração” sem a apresentação desse estudo.
Por Nuno Miguel em 28 de Apr de 2020
De acordo com “Os Verdes” o pedido de republicação de celebração de contrato para a exploração de lítio na serra da Argemela solicitado pela empresa "Pannn", por parte da direcção geral de energia e geologia “parece que vem atirar areia para os olhos, e branquear a transparência e participação das populações e entidades, pois torna-se cada vez mais evidente que o contrato de concessão será assinado independentemente das preocupações, reclamações e contestação ao projecto e da existência de um estudo de impacto ambiental e respectiva aprovação”.
O PEV acrescenta que no passado dia 20 de Abril a empresa PANNN, consultores de geociências “apresentou um plano de lavra do projecto mineiro da Argemela, peça de instrução do pedido de concessão de exploração” e sublinha que “a resposta do governo, além, de referir que os prazos da consulta se encontram suspensos, enquanto perdurar o estado de emergência torna claro que o secretário de estado da energia face à pressão terá enrolado e manipulado a população”, uma vez que plena pré-campanha eleitoral, há um ano, o governante afirmou que “o pedido de exploração experimental na Argemela seria chumbado por falta de estudo de impacto ambiental, omitindo que a exploração experimental não foi adiante por opção da própria empresa”.
Face aos impactos que esta exploração vai ter na qualidade de vida da população “devido à propagação e inalação de poeiras, ruídos e vibrações, a destruição da biodiversidade e a alteração da paisagem, na saúde pública e no património arqueológico”, o PEV considera que  o governo “deve recusar a celebração de contratos seja de prospecção, pesquisa ou exploração de depósitos minerais e apresentar um plano, juntamente com os municípios em causa, para a preservação da serra da Argemela, do seu ecossistema e do seu património cultural e histórico”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados