RCB/TuneIn
Segunda, 08 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
PANDEMIA "É UMA AMEAÇA ÀS CONQUISTAS DE ABRIL"
Rádio Cova da Beira
O presidente da câmara municipal de Castelo Branco afirma que “em tempos de pandemia é ainda mais imprescindível” assinalar uma data como o 25 de Abril que “representou um marco para a liberdade de pensamento e de expressão em Portugal e que mudou o rumo da história do nosso país e a forma como seria escrita”.
Por Nuno Miguel em 25 de Apr de 2020

Outras da categoria:

Numa mensagem para assinalar os 46 anos da revolução dos cravos, Luís Correia afirma que “foram tempos desafiantes e de incerteza, aqueles que antecederam e que sucederam à revolução de Abril. Foi um caminho longo, com quase cinco décadas, mas onde os valores conseguidos nos permitiram viver com liberdade”.
Sublinhando a importância da data para a história de Portugal, o autarca albicastrense afirma que é ainda mais é ainda mais imprescindível assinalá-la, numa altura em que o país está mobilizado no combate ao Covid-19 “esta pandemia é uma ameaça à forma de viver que o povo português conquistou e à nossa forma de estar desde a revolução. É uma pandemia que imprime na sociedade valores de desconfiança, receio e medo, que limita as nossas saídas ao exterior, que nos força a estar em casa e que mudou para sempre a forma como olhamos o mundo”.
Luís Correia refere que “felizmente, Castelo Branco tem um quadro epidemiológico que nos deixa esperançosos e neste sentido não posso deixar de salientar o incansável empenho colectivo de todos os albicastrenses. O bom desempenho nesta árdua missão de que todos fomos incumbidos é revelador de uma comunidade coesa e solidária que, com sensatez e tranquilidade, está a combater este devastador vírus de forma exemplar e está consciente de que a sua liberdade termina quando a do outro começa”.
O presidente da câmara de Castelo Branco sublinha que “ao recordar um ponto de viragem na história do país e vivemos outro momento marcante na história do mundo, com origens, factores e repercussões tão diferentes, mas que colocam os nossos direitos e liberdades em causa. Este é, portanto, um momento de reflexão sobre a forma como vivemos e na valorização daquilo que conquistámos no 25 de Abril de 1974”. O autarca deixou ainda um apelo à preservação de uma conduta de isolamento social e de cumprimento das recomendações da direcção geral de saúde “para que o próximo 25 de Abril faça verdadeiramente jus aos valores que defendemos”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados