RCB/TuneIn
Sábado, 28 Nov 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
DNC PEDE ESCLARECIMENTOS E APRESENTA PROPOSTAS
Rádio Cova da Beira
O grupo parlamentar do movimento “De Novo Covilhã” na assembleia municipal enviou um requerimento ao presidente da autarquia onde solicita esclarecimentos sobre as medidas tomadas pelo município para fazer face ao Covid-19 e apresenta um conjunto de propostas de combate ao novo coronavírus.
Por Nuno Miguel em 24 de Apr de 2020
No documento o líder da bancada do movimento, Luís Fiadeiro, sublinha que “quer no executivo camarário quer na assembleia municipal tem procurado apresentar propostas e sugestões tendo em vista a resolução dos problemas que, nesta época, são mais específicos e difíceis” sublinhando que “o tempo é de união de esforços na procura incansável de soluções para a resolução dos problemas”.
Neste requerimento o movimento pretende saber com está a câmara da Covilhã a fazer o acompanhamento dos idosos que se encontram a viver sozinhos, se vão continuar os trabalhos de desinfecção da cidade, qual o plano de contingência e apoio para famílias carenciadas, qual o motivo por que não reuniu o conselho municipal de segurança e ainda quem garante o funcionamento e suporta os custos dos recintos de rectaguarda”.
Na área da educação, e uma vez que está previsto o regresso às aulas presenciais em Maio, ainda que não seja para todos os graus de ensino o movimento interroga o município se efectuou algum levantamento sobre os alunos mais carenciados no acesso a computadores e ainda se já foram efectuados contactos com as escolas e com a UBI para assegurar um regresso em segurança às aulas e ainda se está prevista a realização de testes”.
Já no que respeita ao movimento empresarial, os eleitos do “DNC” questionam se já foi realizado algum levantamento das empresas afectadas pela actual conjuntura, quantas no concelho estão a produzir dispositivos e equipamentos de protecção individual e se há ou não incentivos para a conversão da actividade”.
Neste documento o movimento independente “De Novo Covilhã” apresenta um conjunto de dez propostas, entre as quais a publicação da situação epidémica do concelho, a realização de testes de despiste em todos os idosos em lar e funcionários das instituições, um desconto de 50 por cento na factura da água para todos os habitantes do concelho nos meses de Março, Abril e Maio e a desinfecção diária de todos os edifícios públicos como os paços do concelho, hospital, centro de saúde e tribunal.
O movimento desafia ainda a câmara da Covilhã a não realizar a feira de São Tiago e afectar os recursos financeiros previstos para esse evento no apoio a famílias carenciadas e instituições de solidariedade e ainda a criar um gabinete de apoio para empresários e comerciantes que ajude a resolver as dificuldades provocadas pela actual situação pandémica.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados