RCB/TuneIn
Quarta, 03 Jun 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
TREINOS VIRTUAIS NO SCC
Rádio Cova da Beira
Em entrevista ao site da Liga Portugal, o treinador do Sp. Covilhã (II Liga), disse hoje que, é “importante a notícia de que os campeonatos vão chegar ao fim".
Por Miguel Malaca em 06 de Apr de 2020

Daúto Faquirá acrescenta, que reúne algumas vezes com o presidente do Sporting da Covilhã e plantel, com o qual trabalha de forma diferente. “Temos combatido distância com treinos virtuais”.

 

 

Aos 54 anos, o técnico voltou a abraçar esta época, um novo projeto no futebol profissional, desta feita na cidade da Covilhã. Um regresso que fica também marcado pela interrupção de todas as competições desportivas em Portugal, em virtude da propagação da COVID-19, à escala mundial.

 

 

O técnico, que já orientou Estoril Praia, Estrela da Amadora, Vitória FC e SC Olhanense, nas competições profissionais, deixa um desejo pascal, “que consigamos unir-nos e superar com distinção mais uma fase difícil da nossa vida enquanto nação”, salientando, ainda, "a importância da notícia de que os campeonatos vão chegar ao fim, algo que serve de estímulo, porque permite ter um objetivo para a realização do trabalho diário”.

 

Faquirá acrescenta que no plano desportivo, "penso que neste capítulo podemos falar de um impacto tremendo. No caso do SC Covilhã temos tido algumas reuniões entre direção, equipa técnica e jogadores, de forma a que possamos estar a par das decisões que têm sido tomadas pela Liga, e das práticas que têm sido adotadas a nível internacional, quer pela UEFA, quer pela FIFA. Tem sido importante para equipa técnica e jogadores, uma vez que nos permite ter uma perspetiva daquilo que irá acontecer, embora, como é óbvio, haja sempre uma variável de imprevisibilidade relativamente a datas de retoma da competição.  Mas acredito que vamos ultrapassar esta fase com muita solidariedade e civismo, sendo necessário estarmos cientes de que não há como escapar desta realidade e, como tal, temos de a enfrentar da melhor forma possível". Disse o treinador serrano.

 

No que diz respeito aos jogadores, Daúto Faquirá refere que "há alguma ansiedade, como é normal. No entanto, há um aspeto muito importante que a direção do SC Covilhã já assegurou estar salvaguardado, pelo menos por enquanto, que é o económico. Eles têm todos famílias e são pessoas que têm uma vida para além do futebol, pelo que ter estabilidade neste capítulo é fundamental. No aspeto desportivo, foi importante a notícia de que os campeonatos vão chegar ao fim. Naturalmente serão necessários alguns ajustes, como qual o tempo de paragem para a época seguir e, ainda, relativamente a questões contratuais, mas essas são situações para as quais o Presidente do SC Covilhã já nos alertou, e creio que a sua resolução passará por alguns ajustes.  Mas há uma garantia que, volto a referir, é muito importante: nós vamos disputar as dez jornadas que faltam e isso reduz alguma ansiedade, que é inerente, a esta situação incómoda que os jogadores atravessam".

 

O treinador do Sp. Covilhã, no final da entrevista dada à Liga Portugal, deixa uma mensagem de esperança e de união a todos os portugueses.

 

" Este é provavelmente o momento mais delicado que vivemos ao longo dos últimos 45 anos, enquanto nação. Mas temos de olhar, também, para estes desafios como um momento de reflexão, união e solidariedade, percebendo que há outras coisas que, ao longo de um ano normal, nós não relevamos tanto. Por fim é importante ultrapassarmos esta fase com o maior civismo possível, cumprindo ao máximo com as indicações que têm sido transmitidas pelo Governo e pela Direção-Geral de Saúde, desejando, também, que nesta altura de Páscoa consigamos unir-nos e superar com distinção mais uma fase difícil da nossa vida enquanto nação". Conclui Daúto Faquirá.

 

Recorde-se que o plantel do Sp. Covilhã interrompeu os trabalhos no passado dia 12 de março.

Os jogadores (a grande maioria voltou à sua terra natal) têm feito treinos individualizados em casa.

Em termos de saúde, estão todos bem, apurou a RCB.

 


 

 

 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados