RCB/TuneIn
Quinta, 02 Abr 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
GRUPO VERA CRUZ INVESTE EM IDANHA
Rádio Cova da Beira
A criação de uma fábrica para descasque de amêndoa em Idanha-a-Nova é o objectivo do memorando de entendimento que acaba de ser assinado entre a câmara municipal de Idanha-a-Nova e a empresa HVCZ Industries, do grupo Vera Cruz, que está a investir 50 milhões de euros na produção de amêndoa na região.
Por Nuno Miguel em 19 de Mar de 2020
De acordo com o presidente da autarquia idanhense “este memorando de entendimento visa criar condições para que o grupo Vera Cruz instale em Idanha um equipamento industrial para descasque de amêndoa, numa propriedade com cerca de 194 hectares que vai ser cedida pelo município, no âmbito da estratégia de acolhimento empresarial do nosso Green Valley Food Lab”.
A cedência deste prédio rústico tem como objectivo a instalação de equipamento industrial para o descasque e armazenamento de amêndoas, bem como de uma unidade de transformação das mesmas, e todos os processos industriais associados a essas operações.
Armindo Jacinto acrescenta que o “amendoal a instalar será em modo intensivo biológico, ao abrigo de um projecto piloto que vai ser aqui desenvolvido com o apoio dos membros do laboratório colaborativo que tem sede em Idanha e que junta cerca de 15 entidades a colaborar no desenvolvimento de técnicas de produção alimentar saudável e sustentável”.
O grupo Vera Cruz tem um projecto de investimento para os municípios de Idanha-a-Nova e do Fundão, iniciado no ano passado e que envolve a plantação de três milhões de amendoeiras, numa área até cinco mil hectares, dos quais dois mil estão localizados em Idanha. Com um investimento total estimado de 50 milhões de euros, o grupo prevê a produção de quatro mil toneladas anuais de amêndoas, colocando-o assim entre os maiores produtores de amêndoa da Europa.
Para o gerente deste grupo empresarial, a assinatura deste memorando “representa mais um passo que a Vera Cruz dá para atingir os seus objectivos. Queremos desenvolver um negócio que seja economicamente e socialmente responsável”.
Gustavo Ramos acrescenta que a empresa “quer corresponder e superar todas as expectativas que a autarquia e a comunidade idanhense depositaram em nós. Para além do impacto directo no sector, o projecto vai movimentar, de forma decisiva, a economia da região com a criação de emprego e a atracção de população qualificada”.
De acordo com este memorando de entendimento, o grupo Vera Cruz vai instalar no concelho de Idanha um equipamento industrial próprio para o descasque e armazenamento de amêndoas, que inclui uma fábrica, armazéns, uma área para a recepção do produto e ainda assume o seu escoamento para o mercado ao nível da comercialização.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados