RCB/TuneIn
Domingo, 05 Abr 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ESTUDO DEMONSTRA EFICÁCIA DAS ÁGUAS TERMAIS
Rádio Cova da Beira
Os resultados preliminares do estudo científico que está a decorrer nas termas de Unhais da Serra e de São Pedro do Sul, na zona centro do país, demonstram que a inalação de águas minerais sulfúreas é eficaz para aliviar os sintomas e tratar quem sofre de rinite e rinossinusite crónica.
Por Nuno Miguel em 16 de Mar de 2020

O estudo, conduzido por uma equipa de investigadores da universidade da Beira Interior e coordenado por Luís Taborda Barata, teve uma primeira etapa com uma fase de investigação in vitro que teve como objectivo verificar a eficácia das águas minerais naturais sulfúreas na mucosa respiratória nasal. As conclusões permitiram verificar que a água mineral natural sulfúrea registou um efeito protector generalizado ao mercúrio, muito evidente em comparação com o efeito do soro fisiológico. 

 


Após os resultados promissores da fase de estudo in vitro, a equipa de investigadores da UBI vai agora realizar um ensaio clínico, que visa verificar os efeitos das águas minerais sulfúreas em doentes com rinite e rinossinusite crónica. Um total de 200 pacientes serão envolvidos no ensaio, que já foi aprovado pelo Infarmed e está em fase de registo internacional.
De acordo com o coordenador da investigação, este estudo vai permitir avaliar de forma cientificamente rigorosa as propriedades terapêuticas das águas minerais sulfúreas no tratamento da rinite e da rinossinusite crónica “foi planeado com o máximo de rigor e cumpre todos os preceitos científicos e éticos, tendo sido aprovado pela comissão de ética do Infarmed. As equipas clínicas e técnicas das unidades termais envolvidas estão entusiasmadas e está previsto o ensaio clínico ter início em Abril do corrente ano”. 

 


Luís Taborda Barata acrescenta que “caso se comprove a eficácia clínica no âmbito da patologia nasal, espera-se, numa fase posterior, submeter novos projectos, no âmbito de outras doenças respiratórias, como a asma brônquica ou a doença pulmonar obstrutiva crónica”


Já o coordenador da rede Termas Centro, salienta o impacto que esta investigação pode ter para as estâncias termais da região. "Desde tempos muito antigos que se sabe que os tratamentos termais são eficazes para combater várias doenças do foro respiratório e não só. Mas não se sabia exactamente o como nem o porquê. Ao responderem a estas questões, de forma estritamente científica, esta e outras investigações assumem uma importância enorme para o reconhecimento das estâncias termais como parceiros privilegiados para quem procura tratamentos eficientes e naturais”. 
Adriano Barreto Ramos sustenta ainda que os resultados do ensaio clínico vão ser aguardados com expectativa “pelas potencialidades que tem, os resultados do estudo, no que se refere às propriedades imunomodeladoras”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados