RCB/TuneIn
Terça, 07 Abr 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
PROBLEMAS DO INTERIOR NÃO SE CURAM COM PENSOS RÁPIDOS
Rádio Cova da Beira
É desta forma que a direcção política distrital do partido “Aliança” avalia as medidas de criação de emprego nos territórios de baixa densidade que foram recentemente aprovadas pelo governo.
Por Nuno Miguel em 05 de Mar de 2020
Em comunicado, a direcção distrital do “Aliança” sustenta que “não há propostas que permitam vislumbrar um crescimento populacional efectivo na sua relação com o índice de envelhecimento da população” e critica a falta de uma “avaliação das previsões populacionais e de objectivos cruzados entre os municípios”.
Já em relação à proposta de diminuição do valor das portagens, que decorreu na última reunião do conselho de ministros, ou as previsões de criação de 424 empregos nos territórios de baixa densidade através da captação de investimento, para o qual está destinada a verba de 76 milhões de euros, o “Aliança” classifica essas medidas como “dar um comprimido de paracetamol a quem está contagiado com um vírus”.
Neste comunicado, o “Aliança” recorda que sempre defendeu a isenção de portagens para os residentes por considerar tratar-se de “uma medida de elementar justiça em contraposição com as recentes tabelas dos passes sociais para as grandes áreas metropolitanas. A A23, para além da necessidade de outras vias, é a nossa via de ligação à saúde, à educação e ao trabalho. Não podemos aceitar a tabela agora proposta pelo governo que prevê descontos de quantidade por entendermos que não serve as populações do interior do país”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados