RCB/TuneIn
Terça, 25 Set 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
PCP CONTRA O FECHO DE ESCOLAS
O encerramento de escolas com menos de 21 alunos √© ¬ďuma decis√£o irracional e serve unicamente os interesses economicistas do Governo √† custa das crian√ßas e das fam√≠lias mais desfavorecidas¬Ē, acusa a direc√ß√£o da organiza√ß√£o regional de Castelo Branco (DORCB) do partido comunista portugu√™s.
Por Paulo Pinheiro em 14 de Jun de 2010

Em comunicado, o PCP afirma que a situação é particularmente preocupante no distrito de Castelo Branco porque “iria acelerar o processo de desertificação que têm estado sujeitas as regiões do interior do país”.

Classificando a decisão de “regra cega”, o PCP recorda que a mesma não respeita as cartas educativas municipais “ é inadmissível o fecho de escolas sem o cumprimento das orientações inscritas naqueles documentos, entre os quais a construção dos centros educativos”, que no distrito são quase inexistentes.

 

Para a DORCB do PCP, o Governo não pode, nem deve dar despacho de “régua e esquadro”, que todos os estabelecimentos escolares com menos de 21 alunos, são para encerrar,” sem ter em conta realidades e necessidades concretas”.

O partido comunista português defende a necessidade de “mudar o rumo” e lembra que “foi a luta que travou o encerramento de muitas escolas”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados