RCB/TuneIn
Sábado, 28 Nov 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
GOVERNO LANÇA PROGRAMA "TRABALHAR NO INTERIOR"
Rádio Cova da Beira
A ministra da Coesão Territorial anunciou que está em curso a revisão do Plano de Valorização do Interior lançado pelo anterior Governo socialista. Sem detalhar qual a nova estratégia do programa, Ana Abrunhosa disse que o trabalho é articulado com vários ministérios e pretende identificar as diversas fontes de financiamento e os prazos de execução e pretende também fazer um relatório de monitorização da sua aplicação.
Por Paulo Pinheiro em 25 de Jan de 2020

A ministra, que falava na Assembleia da República sobre a proposta do Orçamento do Estado para 2020, destacou também do novo programa "Trabalhar no Interior", previsto no OE2020, que pretende incentivar a mobilidade geográfica de trabalhadores para territórios do interior.

 

“Temos que assegurar que o Interior é capaz de atrair e fixar pessoas”, frisou a governante que deu como exemplo de medidas a concretizar a criação de redes locais e regionais de apoios financeiros aos trabalhadores que optem pelo interior. Garantir acesso ao mercado de trabalho, comparticipar custos associados às suas viagens profissionais, subsidiar a formação e reconversão profissional de trabalhadores da zona interior do país (ou dos que para aí pretendam mudar-se) para elevar o nível de qualificações. foram outras acções apontadas pela ministra, que fez ainda referência aos novos incentivos fiscais em sede de IRC para as micro, pequenas e médias empresas com sede na faixa interior do país.

 

Questionada acerca das portagens, para além de repetir as ideias transmitidas recentemente na reunião que manteve com à Plataforma pela Reposição das Portagens, na Covilhã, nomeadamente que está para breve a apresentação de medidas que vão reduzir o valor das portagens também na A23 e A25, a ministra da coesão  afirmou que "a portaria do Governo que vai definir as regras para a redução já está mesmo quase pronta".

 

"Existem vários modelos [para concretizar a redução], vários impactos e temos que tomar decisões. Os impactos de uma pequena redução são sempre significativos. Foi uma promessa do primeiro-ministro durante a campanha, está no programa do Governo e temos que dar um sinal político para estes territórios e que se sinta no bolso das pessoas", disse.

 

Ana Abrunhosa avisou que "não está em causa abolir as portagens, está em causa reduzir as portagens”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados