RCB/TuneIn
Sexta, 04 Dez 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
REPENSAR A DIREITA EM PORTUGAL
Rádio Cova da Beira
A biblioteca municipal do Fundão recebeu ontem a apresentação do livro “Linhas direitas e cultura política de direita”, que reúne um conjunto de pensadores sobre o tema e que pretende relançar o debate sobre a direita em Portugal.
Por Paula Brito em 24 de Jan de 2020

“Este livro reúne várias participações de muita gente que pensa de uma forma um bocadinho diferente daquilo que habitualmente designamos de centrão.” Explica José Pinto Castello Branco, o professor universitário e produtor do Fundão que deixou o seu contributo neste livro.

A obra, coordenada por Rui Ramos e Miguel Morgado, está associada ao movimento 5.7, que surgiu no ano passado, no dia cinco de julho, na mesma data em que foi criada a Aliança Democrática de Sá Carneiro, Freitas do Amaral e Gonçalo Ribeiro Teles.

“E parte do diagnóstico que, em Portugal, o lado não esquerdista do debate público tinha abandonado o monopólio da discussão cultural e intelectual sobre os grandes temas coletivos. Era altura de responder à crise da direita que se manifesta nos partidos e resultados eleitorais, de um modo de que os partidos, se calhar, neste momento, não estão preparados para uma resposta deste tipo.”

Segundo Miguel Morgado, o objetivo é pensar a direita em Portugal e relançar o debate sobre vários temas, “nomeadamente a nossa relação com a integração europeia, com o poder político e partidos políticos, a vitalidade cívica do país, a demografia, a globalização, as nossas reconfigurações morais, quais são os valores que nos devem orientar, quais são os valores que devemos rejeitar.”  

A apresentação contou ainda com um debate onde participaram o presidente da câmara do Fundão, Paulo Fernandes, e o vereador do CDS-PP na câmara da Covilhã, Adolfo Mesquita Nunes. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados