RCB/TuneIn
Domingo, 27 Set 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
PCP ANALISA ORÇAMENTO DO MUNICÍPIO PARA 2020
Rádio Cova da Beira
A comissão concelhia do Fundão do PCP vem, em comunicado, manifestar a sua estranheza pelo facto de a autarquia fundanense só ter apresentado às forças políticas com assento na assembleia municipal os documentos provisionais das grandes opções dom plano e orçamento para 2020 um mês depois de esses documentos terem sido aprovados pelo executivo.
Por Nuno Miguel em 13 de Dec de 2019

Outras da categoria:

Na análise aos documentos, o PCP afirma que “a continua e difícil situação financeira da câmara do Fundão e o fecho de mais um ciclo de financiamento comunitário não deixam antever um cenário risonho para o investimento. As dividas acumuladas são um forte constrangimento, pelo que tudo indica que não haja novos projectos e que os já anunciados decorram a ritmos lentos”. 
A comissão concelhia do Fundão considera que “projectos de natureza estrutural com a medicina nuclear, o regadio a sul da Gardunha e o cabeço do pião são fundamentais e como tal é inaceitável que a administração central não assuma uma efectiva responsabilidade financeira pela sua concretização. A natureza e a dimensão dos projectos obriga a financiamentos definidos e garantidos e, sem a responsabilização do governo, a insistência no seu anúncio público corre o risco de criar meras expectativas e sérias ilusões”
De acordo com o PCP do Fundão “os recursos escassos devem obrigar a prioridades acertadas e socialmente relevantes”. A título de exemplo é apontado “pela negativa a forma recorrente como a câmara do Fundão aposta em ciclovias, quando em nada avança na promoção do efectivo acesso ao transporte, de forma flexível e a um preço justo. Os verdadeiros problemas do concelho em termos de mobilidade, são os transportes públicos inter e intra concelhios e não pequenas estruturas, ditas de mobilidade suave, mas construídas sem perfis de segurança e comodidade”. 
Neste comunicado, a comissão concelhia do Fundão do PCP sustenta ainda que “o valor global das transferências de competências para as freguesias deve contar com um aumento significativo por forma a assegurar uma justa repartição de recursos e a satisfação das necessidades”, defendendo ainda que “é urgente a conclusão da revisão do PDM e a sua discussão pública” assim como “urge dar cumprimento à revisão do contrato de concessão do abastecimento de água e saneamento”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados