RCB/TuneIn
Terça, 28 Jan 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
MUTUALISTA COVILHANENSE FOI A VOTOS
Rádio Cova da Beira
Eleições na Mutualista da Covilhã no passado sábado. Dos 77 votantes 74 foram a favor da única lista que se apresentou a sufrágio, liderada por Nélson Silva que foi reconduzido no cargo com a mesma equipa. A novidade foi o presidente da assembleia geral, João Morgado, que à RCB, explicou os motivos que o levaram a aceitar o convite.
Por Paula Brito & Paulo Pinheiro em 10 de Dec de 2019

“Não podia negar este convite porque há uma relação emotiva com esta casa, e depois também por saber que há aqui uma direção que trabalha muito e que, nos últimos tempos tem enfrentado algumas dificuldades, problemas, entraves, nem tudo são rosas neste caminho, e eu estou aqui para lutar naquilo que for necessário.”

João Morgado pretende ser um presidente da mesa da assembleia geral presente e participativo.

“Mas estarei aqui muito presente, faço questão de acompanhar o trabalho da direção, os novos projetos, estou muito contente com o que tenho visto, estou muito contente com a organização que esta casa ganhou nos últimos anos, penso que não me mete medo, é um desafio aliciante, é uma honra e a noção que temos que nos superar a nós próprios para ajudar os outros a caminhar.”

Uma das apostas do novo mandato vai ser o reforço do apoio domiciliário, que chega atualmente a 60 utentes e que pretende chegar à centena.

“Projetamos iniciar no próximo ano a certificação de qualidade no trabalho que fazemos no apoio domiciliário, e é nosso objetivo reforçar em 40 os apoios, em 2020, não depende só de nós, depende também da Segurança Social mas estamos a reforçar as equipas porque é algo que sentimos que há necessidade.”

Outra das apostas do novo mandato é a unidade móvel de saúde que já percorre 11 freguesias do concelho da Covilhã.

“O orçamento que nós temos para a unidade móvel de saúde anual está nos 75 mil euros, mas 55 mil dizem respeito só ao pessoal, por isso todos os apoios são importantes. Nós neste momento temos garantido o trabalho da unidade móvel até março, abril do próximo ano, até lá iremos encontrar outras soluções, como temos feito até agora. Entre 2014 e o momento atual tivemos cerca de 105 mil euros de apoios de empresas privadas no âmbito da responsabilidade social.”

Nélson Silva, reeleito no passado sábado presidente da direção da Mutualista Covilhanense.

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados