RCB/TuneIn
Terça, 28 Jan 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
BE EXIGE ABOLIÇÃO DE PORTAGENS NA A 23
Rádio Cova da Beira
Passados oito anos sobre a introdução de portagens na auto estrada da Beira Interior, a comissão coordenadora distrital de Castelo Branco do Bloco de Esquerda vem, em comunicado, exigir a abolição de cobrança de qualquer taxa naquela via.
Por Nuno Miguel em 09 de Dec de 2019
Neste comunicado, o Bloco de Esquerda afirma que a implementação de portagens foi uma medida “errada e muito injusta e que só tem agravado os problemas nas regiões do Interior abrangidas pela A23”, que devia “continuar a beneficiar do estatuto de discriminação positiva face às desigualdades e assimetrias regionais existentes”.
O BE recorda que “em muitos dos troços a A23 foi construída sobre anteriores itinerários e noutros a circulação rodoviária é feita por dentro das localidades para quem não quiser utilizar a A23. Em termos de mobilidade, a implementação de portagens representou um grave retrocesso para os distritos de Santarém, Portalegre, Castelo Branco e Guarda”.
A comissão coordenadora distrital acrescenta que “o actual primeiro-ministro António Costa, antes das eleições de 2015, prometeu eliminar as portagens nas ex scuts do interior do país e no Algarve, mas até aos dias de hoje nada foi feito. Temos deputados eleitos pelo PS nas passadas eleições legislativas de Outubro nos distritos abrangidos pela A23 que asseguram que nada será feito para reverter a cobrança das portagens nesta via”.
Para o Bloco de Esquerda, o que se impõe nesta legislatura “é abolir quanto antes as portagens na A23, pois a sua continuação significa persistir no erro muito negativo para os distritos de Santarém, Portalegre, Castelo Branco e Santarém”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados