RCB/TuneIn
Domingo, 07 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
BE PREOCUPADO COM DEGRADAÇÃO DA EN 238
Rádio Cova da Beira
O grupo parlamentar do Bloco de Esquerda na assembleia da república enviou uma pergunta ao ministro das infraestruturas onde mostra a sua apreensão quanto ao facto de o governo tardar em avançar com obras de requalificação de fundo na estrada nacional 238, a principal ligação rodoviária entre os concelhos de Sertã, Ferreira do Zêzere e Tomar.
Por Nuno Miguel em 28 de Nov de 2019

Outras da categoria:

Na pergunta enviada a Pedro Nuno Santos, o Bloco de Esquerda recorda que a importância desta estrada “tem sido reiteradamente sublinhada pelos autarcas da região, através das assembleias municipais e da comunidade intermunicipal do Médio Tejo, sobretudo devido aos desmoronamentos das barreiras”.
De acordo com o BE “em 2014 o troço entre Cernache do Bonjardim e Ferreira do Zêzere foi afectado pelo desmoronamento de uma barreira, interrompendo a circulação rodoviária durante cerca de doismeses. Os estragos e a consequente interrupção da via causaram um enorme transtorno aos seus utilizadores, com particular incidência no comércio e nas pequenas e médias empresas locais. Ainda no passado dia oito de Novembro de 2019, a queda de uma pedra para a via levou ao acidente de um utente que a percorre todos os dias por questões laborais entre Cernache do Bonjardim e Ferreira do Zêzere”.
Para os eleitos do Bloco de Esquerda “as obras de reparação que se têm feito servem para resolver casos pontuais, porque a via continua a não beneficiar de quaisquer alterações estruturais, mesmo que se fale de uma requalificação estrutural desde 2008. O perigo de novos desmoronamentos de barreiras mantém-se. A degradação de muros que, nalguns pontos, suportam a estrada, acentua-se. E mantém-se o mau estado de conservação do pavimento, num percurso repleto de curvas muito apertadas e muito perigosas”.
O Bloco de Esquerda considera ainda que “o abandono e o não investimento em infraestruturas básicas situadas em zonas interiores do país, como é o caso desta estrada, impedem o desenvolvimento sustentável de economias baseadas em recursos locais” e por isso quer saber se o ministério “tem conhecimento desta situação, que constitui um perigo iminente para as pessoas e viaturas” e também se “está prevista a requalificação integral desta via e em que moldes essa intervenção vai ser efectuada”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados