RCB/TuneIn
Segunda, 08 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
DEPUTADOS DO PS QUESTIONAM MINISTRO DO AMBIENTE
Rádio Cova da Beira
Os três deputados do Partido Socialista eleitos pelo círculo eleitoral de Castelo Branco enviaram um conjunto de questões ao ministério do ambiente relacionadas com a existência de focos de poluição no rio Zêzere. Uma matéria que, de acordo com os eleitos do PS, já foi alvo de preocupação na campanha eleitoral das últimas legislativas.
Por Nuno Miguel em 20 de Nov de 2019

Outras da categoria:

No documento, assinado em conjunto por Hortense Martins, Nuno Fazenda e Joana Bento, os eleitos socialistas referem que sendo o rio Zêzere “o segundo maior exclusivamente português, com uma notável riqueza hidroeléctrica que é aproveitada pelas barragens de Bouçã, Cabril e Castelo de Bode, a diminuição considerável do caudal deste rio, notória desde agosto de 2019, é necessariamente um motivo de grande preocupação”. 
Uma situação que posteriormente se agravou “com o aparecimento de evidentes focos de poluição, aparentes «espelhos» de espuma com mau cheiro” e que levou “as populações e os autarcas do concelho do Fundão e respectivas freguesias a manifestar o seu descontentamento e a necessidade de serem esclarecidos a respeito da qualidade da água e da expectável resolução deste problema”. 
Os deputados socialistas consideram que “é essencial saber se o rio Zêzere está a sofrer algum tipo de poluição humana ou industrial, qual a fonte de modificação das propriedades físicas, químicas e biológicas que aparentemente ocorreram e o que está a ser feito para resolver o problema”.
Depois de ter sido tornado público, já durante este mês de Novembro, que a agência portuguesa do ambiente (APA) levantou um auto de contraordenação à empresa “Águas do Tejo” por alegadas descargas ilícitas de saneamento na linha de água do rio Zêzere, os deputados questionaram o ministro do ambiente no sentido de saber “ que focos de poluição existem no rio Zêzere e o que determinou o levantamento desse auto de contraordenação” bem como se “as autarquias foram notificadas do resultado da monitorização e das análises efetuadas e se há evidências de que os focos relatados tenham origem nas escombreiras do Cabeço do Pião ou que a sua existência contribua para a saturação das águas”.
Os eleitos socialistas querem ainda ter conhecimento de esta situação comporta “riscos ambientais e de saúde pública associados” e ainda quais as medidas estão a ser tomadas pelo governo para resolver o problema.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados