RCB/TuneIn
Segunda, 16 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
IDANHA CAPTOU 60 MILHÕES DE EUROS PARA PROJECTOS DE BASE RURAL
Rádio Cova da Beira
Os números, referentes aos últimos três anos, foram apresentados na quarta edição do “i-Danha Food Lab” que decorreu no passado fim de semana na aldeia histórica de Monsanto.
Por Nuno Miguel em 14 de Nov de 2019
Números que deixam muito satisfeito o presidente da câmara municipal de Idanha-a-Nova que considera que este projecto “está a conseguir alavancar muitas ideias e soluções inovadoras, bem como a incutir muita esperança a quem quer apostar nas temáticas da alimentação e da sustentabilidade”. Armindo Jacinto acrescenta que “os números mostram que estamos a atingir fluxos migratórios positivos no concelho de Idanha-a-Nova, pela primeira vez nos últimos 70 anos. Esta inversão migratória significa que hoje começam a mudar-se mais pessoas para este território rural do que as que saem, ou seja, aqui temos futuro com qualidade de vida, sustentabilidade ambiental e uma economia competitiva”.
No encerramento da iniciativa, o secretário de estado da agricultura referiu que “a sustentabilidade é hoje algo imperativo, num contexto marcado pelos efeitos inegáveis das alterações climáticas e pela necessidade de adaptação”. Nuno Russo destaca o papel que o concelho de Idanha tem assumido nesta matéria “dinamizando projectos sustentáveis que empregam pessoas e atraem mais empreendedorismo, contribuindo para promover o desenvolvimento e a coesão territorial, contrariando o despovoamento e trazendo rejuvenescimento. Idanha pode ser o lugar para recomeçar a agricultura nacional, testar novas soluções e levá-la mais longe”.
Já a secretária de estado da valorização do interior, Isabel Ferreira afirma que o desenvolvimento deste projecto “representa um excelente exemplo de que são as gentes do interior quem mais sabe o que fazer para valorizar os seus territórios. São elas que têm a criatividade, a energia e o empenho suficientes para dinamizar projectos que marcam a diferença nos territórios e tornam o país mais coeso e sem assimetrias”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados