RCB/TuneIn
Quarta, 11 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
FUNDÃO E PALESTINA PLANTAM COOPERAÇÃO
Rádio Cova da Beira
Embaixador da Palestina visitou hoje o Fundão para conhecer o município e perceber até que ponto é possível uma cooperação, a vários níveis. O diplomata plantou com Paulo Fernandes uma oliveira, onde misturou terra vinda da Palestina.
Por Paula Brito em 13 de Nov de 2019

“Há um interesse mútuo na área económica, sobretudo nos produtos agroalimentares, toda aquela zona do globo tem grandes desafios e problemas relativamente a vários produtos, nomeadamente nas carnes, associadas aos pequenos ruminantes, e na parte agro frutícola que podem ter muito interesse relativamente a relações comerciais que se possam estabelecer entre as nossas empresas e as empresas daquela área do globo. Também temos falado muito na área da educação, sobretudo na formação profissional.” Adianta o presidente da câmara do Fundão, Paulo Fernandes.

 

O embaixador visitou várias empresas do concelho ligadas ao sector agroindustrial e alimentar. Mas há outras áreas que podem suscitar o interesse nesta cooperação que vai levar em breve uma comitiva de empresários à Palestina.

 

“Vão abrir-se outras áreas, nomeadamente na metalomecânica, que tem interesse em saber que cluster é este, porque há várias empresas a trabalhar na Palestina, onde multinacionais europeias lá têm também investimentos.”

 

O embaixador da Palestina visitou ainda a Casa das memórias António Guterres, em Donas, e o seminário do Fundão, onde plantou uma oliveira com o presidente do município,  misturando à terra beirã, a terra que trouxe da Palestina.

No seminário, ficou a conhecer o trabalho que é feito com os refugiados e leu uma mensagem de um dos refugiados, escrita em árabe, que até agora ninguém sabia o que queria dizer.


“Em poucas palavras…[As pessoas são tão simpáticas aqui, eu estou tão feliz por estar com elas, o tempo é óptimo, e adoro estas pessoas, eu amo-as, e a comida é boa e eu gosto muito.] Para alguém que veio para aqui sem saber nada, dizer isto, quer dizer que se sente bem, se sente em casa, as pessoas do Fundão tratam-no muito bem, não como um estrangeiro, e fazem-no sentir em casa.”

 

Das crianças da escola do primeiro ciclo de Donas, o diplomata recebeu ainda um cartaz com mensagens e o símbolo da paz.

 

Esta foi a primeira, mas não será a última visita do embaixador da Palestina ao Fundão. Nabil Abuznaid quer voltar, com a família, por altura da cereja. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados