RCB/TuneIn
Terça, 12 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
"MELHOR ERA IMPOSS√ćVEL!"
Rádio Cova da Beira
Maestro Lu√≠s Cipriano diz que melhor era imposs√≠vel, uma vez que o coro atingiu o pleno. Com a conquista de quatro medalhas de ouro, na Cro√°cia, o coro misto da Beira Interior conseguiu o feito in√©dito de obter tantas medalhas de ouro como o n√ļmero de categorias a que se candidatou, tornando-se tamb√©m o primeiro coro portugu√™s a atingir este resultado.
Por Paula Brito em 06 de Nov de 2019

Mas os prémios neste concurso, para o qual foram preparadas 13 peças, de diferentes compositores, não ficaram por aqui. O maestro Luís Cipriano viu ainda a sua obra “Crazy Medley for Crazy People”, distinguida como a obra mais original, e o coro com a melhor interpretação.

“Foi daqueles concursos que, não vou dizer nem em sonhos, porque tenho a facilidade de sonhar com coisas boas, mas uma coisa é sonhar outra é conseguir. E neste caso conseguimos ter medalha de ouro em todas as categorias que concorremos e ainda fomos surpreendidos com um prémio especial. Eu com a obra mais original a nível de interpretação e o coro com a melhor interpretação, melhor era difícil, senão mesmo impossível.”

Na primeira edição do  Adriatic Pearl Choir Competition & Festival que decorreu de 30 de Outubro a 3 de Novembro em Dubrovnik na Croácia, o coro  competiu nas categorias de Música Sacra, Coros Mistos, Folk e Música Moderna e trouxe as quatro medalhas de ouro para casa, somando nove medalhas de Ouro conquistadas em concursos internacionais. Esta prestação, na Croácia, foi uma boa prenda de aniversário para o coro que está a completar 30 anos de vida.

“Eu lembro-me que na entrevista que tive aí, na RCB, eu disse que a prenda haveria de surgir e aqui está ela. Agora também quero dizer que o único sítio em que o sucesso aparece antes do trabalho é no dicionário, e que isto nem sempre vai correr assim, porque não há dois concursos iguais, curiosamente este foi dos concursos mais difíceis em que participámos porque o nível dos coros era extremamente elevado.”

O concurso contou com a participação de coros da Bélgica, Croácia, Áustria, China, Indonésia, Suécia, Israel, Lituânia, Noruega, Polónia, sendo o Coro Misto o único representante de Portugal.

No próximo dia 17 o Coro será recebido na Câmara da Covilhã, onde irá interpretar algumas das obras que levou para Dubrovnik.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados